High Line: conheça o parque construído sobre uma antiga ferrovia em Nova Iorque

High Line é um parque urbano público criado sobre uma ferrovia elevada (a 9 mt do chão*) construída nos anos 1930 que parou de funcionar na década de 1980. Desde então, este espaço estava abandonado.  Em 2009 a área foi revitalizada e transformada em parque. Se estende por 2.6 km em uma das áreas mais movimentadas da cidade de Nova York, na região oeste da ilha de Manhattan.

Foto: Liana V. Verdi -parque High Line em NY
Foto: Liana Viuniski Verdi -parque High Line em Nova York

 

Passear pelo High Line possibilita uma experiência diferente em Nova York. A área do parque cobre mais de dez quadras e você anda sobre uma passarela observando a cidade do alto, com uma vista privilegiada da cidade. Pode-se ver o MOMA (Museu de Arte Moderna), o Empire States Building, a Estátua da Liberdade e ainda avistar o rio Hudson. Caminhar pelo High Line é reconectar-se à cidade de um modo diferente.

Foto: Liana Viunisky  - Vista geral do High Line Parque em Nova Iorque
Foto: Liana Viuniski Verdi – Vista geral do High Line Parque em Nova Iorque
exploring-new-design-features-at-the-rail-yards_list_image  foto divulgação Highlien friends
Foto: High Line Friends Divulgação – bancos no parque
high line vista do witney museum
Foto: Liana Viuniski Verdi -High Line Parque visto do Whitney Museu em Nova Iorque

A organização “Amigos da High Line” e da cidade de Nova York conduziram um processo para selecionar uma equipe de design para o  parque High Line. A equipe selecionada foi James Corner Field Operations, uma empresa de arquitetura paisagística e Diller Scofidio + Renfro e Piet Oudolf (paisagistas). O projeto do High Line é de um telhado verde sustentável, com uso de espécies nativas e de consumo de água sustentável ( baixo consumo e uso de irrigação por gotejamento), além do uso de técnicas de cultivo como mulching ( cobertura morta).

parque High Line em Nova Iorque
Foto: Liana Viuniski Verdi – vista do parque de cima

 

O projeto de plantio do High Line é inspirado na paisagem auto-semeada que cresceu entre os trilhos dos trens. Hoje, o High Line possui mais de 300 espécies de plantas perenes, ervas, arbustos e árvores. Cada um escolhido pela sua rusticidade, capacidade de adaptação, diversidade e variação sazonal na cor e textura.

Pixabay cercis canadensis flores
Foto: Pixabay- Cercis canadensis – arbusto nativo com flores cor de rosa
Foto: Liana Viunisky Verdi - Arbusto nativo dos EUA - Cercis Canadensis Merlot - Flores cor de rosa pink
Foto: Liana Viuniski Verdi – Arbusto nativo dos EUA – Cercis Canadensis Merlot – Flores cor de rosa pink

Algumas das espécies que originalmente cresceram no leito ferroviário do High Line estão na paisagem do parque hoje. As espécies de árvores nativas dos Estados Unidos que crescem no parque High Line: Appalachian Vermelho, Cercis canadensis e Allegheny serviceberry e Amelanchier laevis. Estas espécies não tem nome popular correspondente aqui no Brasil.  Quase metade das plantas são espécies nativas, e muitos foram produzidos por produtores locais. O ecossistema do High Line fornece comida e abrigo para uma variedade de espécies selvagens, incluindo polinizadores nativos.

photo-of-the-week-dawn-viburnum_list_image
Foto: High Line friends – Divulgação – Arbustos nativos – Virbunum
plant-of-the-week-allegheny-serviceberry_list_image
Foto: High Line Friends – Arbusto Allegheny-serviceberry
Foto: Liana Viunisky Verdi -arbustos nativos
Foto: Liana Viuniski Verdi -arbustos nativos
Cotinus ‘Grace’ is a hybrid of the European Cotinus coggygria and a different cultivar ‘Velvet Cloak of the native American smoketree, Cotinus obovatus.
Foto: Liana Viuniski Verdi – arbusto Cotinus ‘Grace’
arbustos nativos espontaneos
Foto: Liana Viuniski Verdi – arbustos nativos espontaneos
Descanso no parque
Foto: Liana Viuniski Verdi – As pessoas  descansam no parque.

*corrigido em 04/07/2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *