Bem estar: porque o contato com a natureza e com as plantas é tão relaxante e revigorante?

O contato com a natureza tem o poder de aliviar o estresse da vida urbana e proporcionar bem estar. Diversas pesquisas e estudos realizados nas últimas décadas nos Estados Unidos e na Suécia buscaram descobrir como a vegetação melhora o bem estar mental e a saúde das pessoas. Afinal, porque é tão relaxante e revigorante estar no meio da natureza e das plantas?

malinois-662776_1280
Estar no meio da natureza é relaxante e revigorante -Foto Pixabay

Desde 1980, um casal de professores de psicologia norte americanos, Kaplan & Kaplan*, são conhecidos por suas pesquisas sobre o efeito da natureza e do ambiente nas relações comportamentais e na saúde das pessoas. Estes estudos têm impactado no modo como os profissionais das áreas de arquitetura, urbanismo, paisagismo, design e outras ciências humanas visualizam a relação do homem com a natureza. Isto passou a influenciar gerações de psicólogos ambientais e designers.  Alguns dados interessantes que o casal Kaplan descobriu em suas pesquisas sobre psicologia ambiental e ambientes para as pessoas:

– Quando realizamos atividades que precisam de muita atenção e foco, gera fadiga mental e o remédio para tal fadiga é expor-se à natureza.

– Para que a natureza tenha um efeito relaxante, é preferível um lugar com alto poder de fascinação que trará mais benefícios para o usuário. Por exemplo, o mar, ou uma área verde com elemento com água, com fogo, ou um parque.

plant-214346_1280
Paisagens naturais  com alto poder de fascinação trazem mais benefícios para o expectador- Foto: Pixabay

–  Pessoas que trabalhavam em escritórios com uma vista da natureza eram mais felizes e mais saudáveis ​​no trabalho. E, estar em ambientes naturais levanta o humor das pessoas e aumenta a capacidade de concentração.

 Outras pesquisas na área da psicologia ambiental e saúde concluíram que:

–  Pessoas que se exercitam em ambientes externos agradáveis, ​​tendem a andar mais do que aqueles que caminham dentro de interiores ou em torno de seus bairros.

Bairros com mais áreas verdes podem proporcionar mais ambientes para exercitar-se

– As pessoas que possuem jardim, ou mesmo uma sacada com luz e sol e um pouco de paz e silencio para relaxar  após um dia de trabalho, se cansam menos e sentem menos estresse.

– Quanto mais próximo se mora do centro da cidade, mais estresse, dor de cabeça e irritação se apresenta.

– Jovens que moram em bairros com áreas verdes, tendem a se exercitar mais e mantêm melhores índices de massa corporal.

tree-690363_1280

Não há como dissociar o homem da natureza. O ser humano depende dela para se alimentar e obter recursos como a água, a terra, as plantas, os animais, os oceanos, a energia dos ventos, do sol. O ar que respiramos é oxigenado e umidificado pela vegetação. Sem as plantas não existiríamos porque não teríamos o oxigênio do qual dependemos para viver. As plantas são tão importantes para nossa vida que devemos cultivá-las perto de nós. Em todos lugares devemos ter espaços verdes para restabelecer nossa energia vital, para respirar ar puro, refrescar o ar e receber luz e sol para estimular nossa saúde e bem estar. As pessoas precisam frequentar parques, jardins e áreas verdes para ter o corpo e a mente saudáveis.

parque Lage no Rio de Janeiro
Parque Lage no Rio de Janeiro – área verde no meio da cidade do Rio de Janeiro – foto: Helena Schanzer

 

* Humanscape: Environments for people. Stephen Kaplan &Rachel Kaplan. 1982. Ulrich’s Books, Inc. Ann Arbor, Michigan.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *