Todos os posts de helenaschanzer

Praia do Rosa, em SC: plantas tropicais nas ruas e jardins

A vegetação da praia do Rosa, em Santa Catarina, é exuberante. As plantas tropicais abundantes em todos locais deixam o visitante extasiado. O mar e a lagoa são a atração principal emoldurados pela diversidade de espécies da mata atlântica e de espécies tropicais que encantam devido às flores, cores, perfumes e formatos. Estão plantadas em toda parte: nas ruas, caminhos e jardins da praia do Rosa.  Lá se pode cultivar muitas espécies tropicais que aqui no Rio Grande do Sul  sofrem e até morrem com o frio e com as geadas (a geada “queima” a planta). As plantas das fotos a seguir são de fácil cultivo, adaptadas e resistentes.

Foto: Helena Schanzer - caminhos no Rosa
Foto: Helena Schanzer – caminhos no Rosa – Solar do Mirador Exclusive resort

A convite do www.deuochic.com fomos conhecer os jardins da Solar Mirador Exclusive Resort.  Os jardins são formados por plantas tropicais, algumas nativas e outras exóticas. Bromélias de várias espécies, marantas, bananeiras, palmeiras, samambaias e dracenas  formam exuberantes jardins como vemos na fotos acima e abaixo.

Foto: Helena Schanzer jardim -Solar Mirador Resort-Praia do Rosa/SC
Foto: Helena Schanzer jardim -Solar Mirador Resort-Praia do Rosa/SC.

O Solar do Mirador Exclusive Resort da praia do Rosa tem uma área de mata nativa preservada e ocupa apenas 5% do total. O projeto da pousada é do arquiteto Mario Quintana e o de paisagismo é do agronômo Kiko Simch.

Foto: Helena Schanzer – bromélia na árvore no jardim do Solar Mirador.

Nas ruas da praia do Rosa o arbusto malvavisco é muito usado como cerca viva. O   Malvaviscus arboreum – malvavisco*,  originário do México e norte da América do Sul , chega a 3 metros de altura. O pássaro beija-flor visita muito as flores vermelhas do malvavisco para sugar o néctar. Esta planta não tolera geadas.

Foto: Helena Schanzer - Flor do malvavisco - muito visitado por beija flores
Foto: Helena Schanzer – Flor do malvavisco – muito visitado por beija flores

No outono, a floração que mais chama a atenção  na paisagem da região é um arbusto de flor amarela que parece uma margarida amarela enorme. Pesquisei e descobri que não é nativa do local, é uma planta de origem mexicana que se adaptou bem demais e se alastra por tudo.

planta nativa flor amarela- Tithonia diversifolia - girassol mexicano- México
Arbusto com  flor amarela- Tithonia diversifolia* – girassol mexicano- México
Foto: Helena Schanzer  margaridas amarelas
Foto: Helena Schanzer -Tithonia diversifolia* – girassol mexicano

Uma planta que cobre os muros com vigor é a Tumbergia grandiflora*, tumbérgia roxa, trepadeira de flor roxa resistente e nativa da Índia.

Foto: Helena Schanzer - caminhos da praia do Rosa
Foto: Helena Schanzer – caminhos da praia do Rosa
Foto: Helena Schanzer - Tumbergia grandiflora
Foto: Helena Schanzer – Tumbergia grandiflora
Foto: Helena Schanzer  - Bananeiras no jardim do Village Rosa -Praia do Rosa - imbituba/SC
Foto: Helena Schanzer – Bananeiras no jardim do Village Rosa -Praia do Rosa – Imbituba/SC

 

 

*Plantas ornamentais no Brasil  Arbustivas, herbáceas e trepadeiras. Harri Lorenzi e Hermes M. de Souza. Nova Odessa, SP: Instituto Plantarum, 2001.

 

 

Quer ter flores sempre em vasos e no jardim? Cultive gerânios

Gerânios são flores fáceis de cultivar tanto em vasos como no jardim.  A única exigência é sol, muito sol. E claro, regar de vez em quando.  Estas plantas não gostam de muita umidade e nem de muita água.  Preferem um  substrato*  bem drenado, arenoso e com composto orgânico na mistura. Para que floresça em abundancia é bom adubar de vez em quando. A dica para estar sempre florido é simples: retire sempre as flores que forem secando.  E outra dica: adube de 15 em 15 dias com  um adubo líquido específico para floração.

 Geranios eretos cor vermelha
Foto: Pixabay – Geranios eretos cor vermelha

Existem diversas variedades de gerânios (Pelargonium sp.) de várias cores, formato de flores, de porte ereto ou pendente (para usar em floreiras).  Gerânios não gostam de solos encharcados, por isto menos água é mais para estas plantas. Preferem solos secos entre as regas. O solo úmido desencadeia o aparecimento de bactérias e fungos causando o aparecimento de doenças (surgem manchas amarelas e marrom nas folhas). Se isto acontecer, diminua a água e retira as folhas com manchas.

geranium- pixabay  rosa
Foto: Pixabay – Geranios eretos cor rosa
geranium-141553_1280 pioxabay
Foto: Pixabay – Geranios eretos cor vermelha
pixabay geranio branco
Foto: Pixabay – Geranios eretos cor branco
pixabay ger
Foto: Pixabay – Geranios eretos cor rosa
edelgeranie-680846_1280 pixabay
Foto: Pixabay – Geranios – centro da flor

* Substrato: é a mistura que fazemos para plantar em vasos, floreiras ou direto no solo do jardim. E o que se mistura no substrato?  Coloca-se nesta mistura materiais para dar condições que a planta se desenvolva, cada um deles na proporção  determinada. São eles: areia, composto orgânico, casca de côco, casca de pinus, humus de minhoca,  calcário, fosfato, cinasita, vermiculita, adubos granulados.  Cada espécie de planta possui uma necessidade especifica e o substrato deve atendê-las para que a planta se desenvolva e dê flores e frutos.

 

Sabia que existem flores que são comestíveis e saborosas?

Você sabia que existem flores comestíveis e saborosas?  Estamos acostumados a comer flores como brócolis, couve-flor e não nos damos conta que são flores de plantas.  A novidade é que hoje existem fazendas especializadas no plantio de flores comestíveis e o mercado da alta gastronomia é o grande consumidor. Cultivam-se flores coloridas e atrativas para saborear  e enfeitar os pratos.  Flor não engorda, tem nutrientes e as calorias  equivalem as de uma verdura. Devem ser consumidas flores cultivadas sem agrotóxicos e apropriadas para este fim.

Foto: Pixabay - flor de cravina
Foto: Pixabay – flor de cravina

Preste atenção, porque existem muitas flores que são tóxicas,  antes de consumir, informe-se que flor está pensando em comer. Segue uma lista das flores comestíveis mais cultivadas e consumidas.  A planta Capuchinha (Tropaelum majus), também chamada de Chagas, é uma herbácea rasteira que gosta de sol.  Planta de fácil cultivo, se alastra pelo canteiro. As flores de cor vermelha, laranja, branca e amarela são muito ornamentais.   A flor é usada  crua em saladas.

pixabay chagas
Foto: Pixabay – Flor-de-chagas, capuchinha

A planta conhecida como Amor-Perfeito (Viola tricolor) é uma herbácea perene  com flores vistosas e coloridas. Gosta do clima frio e é bem rústica. As flores  tem textura aveludada e sabor refrescante. Boa para saladas ou para aromatizar vinagres.

Foto: Pixabay  - amor perfeito
Foto: Pixabay – amor perfeito

A rosa (Rosa sp.) é uma flor  usada com ornamental e por suas propriedades aromáticas e culinárias. São dezenas de espécies de roseiras de diversas cores, algumas arbustivas, outras trepadeiras. A utilização da flor da roseira é muito tradicional na cozinha árabe. É usada em cremes e sorvetes. As pétalas da rosa podem ser  usadas em limonadas e sumos de laranja para dar um toque exótico. Além de saborosa quando usada em saladas e como ingrediente de doces e salgados.

rose-715396_1280
Foto:Pixabay – roseira

A flor da planta cravina (Dianthus chinensis) é  muito usada para enfeitar pratos  em restaurantes espanhóis. A flor da cravina é o ingrediente de saladas, sobremesas doces e saladas de frutas.

Foto: Pixabay – Dianthus barbatus – Cravina

As flores comestíveis  são usadas dentro do gelo para enfeitar as bebidas ao servir.  Na alta gastronomia são muito usadas: a flor de alface,  a flor da pimenta (o sabor da flor lembra a pimenta, mas é suave, a flor do manjericão e a flor da erva-doce.   Nas fazendas de cultivo de flores comestíveis, após a colheita, as flores são higienizadas e armazenadas na geladeira. Podem durar até 7 dias se devidamente embaladas e resfriadas.  E agora, após aprender sobre as flores comestíveis , você vai enxergar as flores com outros olhos!!!

 

 

Faça você mesmo seu jardim na cobertura

Numa cobertura de apartamento, o casal que curte decorar e arrumar a casa,  construiu seu próprio jardim. Inclusive a montagem do sistema de irrigação por gotejamento As plantas contribuem para criar um ambiente acolhedor e humanizado.

Foto: Helena Schanzer - cobertura de apartamento com trepadeiras: jasmim miúdo, liriopsis e bouganvilea rosa pink
Foto: Helena Schanzer – cobertura de apartamento com trepadeiras: jasmim miúdo, liriopsis e bouganvilea rosa pink
Buxus em vasos
Foto: Gabi Hess – Buxus e oliveira em vasos

O casal gosta de receber os amigos em casa junto com os 2 filhos. Para isto, a Gabi transformou esta cobertura num jardim verdejante e refrescante. A mesa na cobertura para receber as visitas tem cadeiras modelo Masters do designer francês Philippe Starck.

mesa na cobertura com jardim
Foto: Helena Schanzer – Decoração da  cobertura e jardim: criação by Gabi Hess

 

Para criar este oásis verde, o casal Gabriela e Eduardo Hess uniu seus talentos: ela criou os espaços com vasos e floreiras plantando espécies de jasmim perfumado, temperinhos, suculentas, oliveiras, flores e enfeitou com mimos e encantos. Duplicou o verde com espelhos estrategicamente posicionados.  Onde o olhar mira, vemos um detalhe criado pela Gabi.   A Gabi é designer têxtil e tem uma confecção de homewear e este olhar apurado para os pequenos detalhes ela transpõe para o jardim.   Olha estas flores de cerâmica enfeitando o canteiro!

flores de ceramica
Foto: Gabriela Hess  – Detalhes by Gabi

Eduardo Hess é consultor de empresas e curte fazer as tarefas do jardim para relaxar. Diante da tarefa de molhar as plantas, em especial quando se ausentavam em viagens, Eduardo decidiu investir na irrigação. Foi feito um grande investimento em vegetação e em vasos, então vale a pena cuidar.

Foto: Helena Schanzer - Faça voce mesmo  o sistema de irrigação
Foto: Helena Schanzer – Faça voce mesmo o sistema de irrigação

Eduardo planejou e fez o sistema de irrigação para todos os vasos. Entrou na internet, comprou através de um site o sistema de irrigação por gotejamento com timmer (minicomputador para programar a irrigação) de Miami. Depois adaptou o sistema criando novos ramais conforme a necessidade de água de cada planta com adaptadores comprados por aqui mesmo.

gotejador no vaso
Foto: Helena Schanzer – gotejador no vaso do jardim

 

piscina com o jardim
Foto: Helena Schanzer – Jardim na cobertura criado pela Gabi:  oliveiras e buxus
suculentas
Foto: Helena Schanzer – vasinhos com suculentas by Gabi Hess

Para que fique tudo bem cuidado, a Arteplantas faz a manutenção mensal através da poda e da limpeza das plantas, além  da adubação. Estas tarefas a Gabi gosta de acompanhar para que o jardim esteja sempre lindo. Muitas plantas da cobertura tem valor afetivo por serem presentes de amigos e outras por que acompanham eles desde que eram recém casados.  Então, se inspirou para fazer o seu próprio jardim?

http://gabihess.com/

 

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

Plantando sementes de flores em vasos

Ganhei um pacotinho de sementes de Israel. Fazem parte de um programa de reflorestamento de bosques em Israel e contêm sementes de flores.  Do pacote que semeei nasceram plantas de flores da calendula e  hibiscos vermelhos usados para chá  que descobri somente quando floresceram.  As sementes de linho brotaram e cresceram, mas morreram.

As sementes de calendula e hibisco cresceram bastante e florescem com frequência. Já deram frutos e agora estou colhendo as sementes para semear de novo! Acompanhe aqui as etapas do plantio e do desenvolvimento destas plantas.

Foto: Helena Schanzer - flor do hibicus vermelho
Foto: Helena Schanzer – flor do hibicus vermelho em março/2015
Foto: Helena Schanzer  Frutos do hibiscos amadurecendo
Foto: Helena Schanzer  -Frutos do hibiscos amadurecendo em abril/2015
Foto: Helena Schanzer - pacote da semente
Foto: Helena Schanzer – pacote da semente
Foto: Helena Schanzer - verso do pacote da semente
Foto: Helena Schanzer – verso do pacote da semente com instruções de plantio

No dia 6 de dezembro de 2014,  semeei  em um vaso médio o pacote todo de sementes a uma profundidade de 1 cm enterrada e molhei.  Cuidei e reguei quase todos os dias. Após uma semana, as sementes já estavam germinadas.  Fui fotografando de tempos em tempos o crescimento das sementes até o dia de 14.abril.2015. Na galeria de fotos no final deste post,  observa-se o desenvolvimento gradual das plantas. Algumas formigas andaram comendo o hibisco e  as flores recém brotadas. E gafanhotos também.

Após 1 mês do plantio, as sementes que tinham crescido eram de 3 espécies de flores:

*Calendula- Calendulla officinallis – Dá uma flor laranja linda, e tem muitas propriedades medicinais.

Foto: Helena Schanzer – flor da calendula

 

*Linho- Linum perene – é uma herbácea perene com uns 50 cm de altura originária da Ásia e Europa. Dá uma flor azul linda! Muito delicada.

Hibisco vermelho – Hibiscus sabdariffa, conhecido popularmente como azedinha, quiabo-azedo, quiabo-róseo, quiabo-roxo, rosélia é um arbusto semilenhoso, bianual ou perene, ereto ou ramificado conforme a condução. Com origem controversa (África ou Ásia), pode chegar aos 3 metros de altura. É cultivado comercialmente devido às suas propriedades medicinais, mas também tem usos ornamental, têxtil e culinário. Apesar de a África ser o maior produtor, o maior importador é a Alemanha, que agrega valor aos cálices importados da África. A sua flor é usada no preparo de doces, geleias e xaropes. O fruto é uma cápsula vermelha. Fonte: Wikipedia

* Plantas Ornamentais no Brasil, Harri Lorenzi e Hermes Moreira de Souza,  Instituto Plantarum, Nova Odessa, São Paulo.

 

 

Conhece a planta que a flor nasce no meio da "folha"?

Esta planta é muito usada como ornamental em arranjos de folhagens e flores pela durabilidade e por seu aspecto exótico e  peculiar: a flor nasce no meio da folha. Botanicamente falando, a folha verde é na verdade o caule modificado ( fitocládio). Para cultivo como arbusto é bem resistente.  Para uso em arranjos de  vasos de vidro com água como folhagem ornamental,  os ramos podem ser encontrados para venda em supermercados e  floriculturas.

Ruscus_hypoglossum_wikipedia
Foto: Wikipedia – Folha modificada de Ruscus hypoglossum com a flor no centro

A planta  Ruscus hypoglossum, popularmente chamada de Ruscus é um arbusto perene de origem européia e pode chegar a 0,80 mt de altura. A s folhas verdadeiras são pequenos apêndices verdes ao redor das flores.

Ruscus_hypophyllum wikipedia
Foto: Wikipedia – Folha modificada de Ruscus hypoglossum com a flor no centro

A fruta é uma pequena baga globosa vermelho que raramente nasce.

Ruscus_hypoglossum Wikipedia
Foto: Wikipedia – Folha modificada de Ruscus hypoglossum com o fruto vermelho no centro

Conhece a planta que a flor nasce no meio da “folha”?

Esta planta é muito usada como ornamental em arranjos de folhagens e flores pela durabilidade e por seu aspecto exótico e  peculiar: a flor nasce no meio da folha. Botanicamente falando, a folha verde é na verdade o caule modificado ( fitocládio). Para cultivo como arbusto é bem resistente.  Para uso em arranjos de  vasos de vidro com água como folhagem ornamental,  os ramos podem ser encontrados para venda em supermercados e  floriculturas.

Ruscus_hypoglossum_wikipedia
Foto: Wikipedia – Folha modificada de Ruscus hypoglossum com a flor no centro

A planta  Ruscus hypoglossum, popularmente chamada de Ruscus é um arbusto perene de origem européia e pode chegar a 0,80 mt de altura. A s folhas verdadeiras são pequenos apêndices verdes ao redor das flores.

Ruscus_hypophyllum wikipedia
Foto: Wikipedia – Folha modificada de Ruscus hypoglossum com a flor no centro

A fruta é uma pequena baga globosa vermelho que raramente nasce.

Ruscus_hypoglossum Wikipedia
Foto: Wikipedia – Folha modificada de Ruscus hypoglossum com o fruto vermelho no centro

Formigas devoraram as plantas do jardim da noite para o dia, o que fazer?

Você terminou de plantar o jardim, as plantas estão lindas e verdejantes. Vai dormir feliz por ter  plantado o jardim que sempre quis.  Só que acorda no outro dia e encontra somente o talo das suas plantas!  E uns restos de folhas no solo….  Bom dia!!! As formigas atacaram suas plantas durante a noite!  Calma,  porque (conforme a espécie vegetal) as plantas irão rebrotar. Mas tem que controlar as formigas porque senão as plantas não terão sossego.

Formigas -wikemedia
Foto:Wikimedia – Formigas cortadeira

Nos meses de março/abril e maio quando chega o outono, as formigas começam a armazenar comida para o inverno e trabalham intensamente durante à noite. A formiga que devora as plantas é a “cortadeira” –  pertence ao genero Atta e tem diversas espécies.

Foto: Wikimedia – formigas carregando folhas

 O controle dos formigas é feito usando-se iscas tóxicas que elas transportam para o ninho e intoxicam o formigueiro todo. Estes produtos são encontrados em floriculturas.  Importante é ter cuidado no manuseio com este veneno, seguindo as instruções da embalagem do produto. A isca não pode pegar umidade ( nem chuva, nem sereno) porque perde o efeito. Para isto, mantenha a isca em recipientes rasos e troque  por isca nova quando ficar umedecida.

wikimedia (2)
Foto: Wikimedia – Formigas cortadeiras

 

Dicas para quem quer começar a plantar

Você nunca plantou nem um pé de alface, mas adoraria ter suas plantas. Então, este post é para você!

Para começar, saiba o que a planta precisa para viver:

1. Terra/solo/substrato: é onde a planta tem o suporte para se desenvolver, onde as raízes irão crescer e captar os nutrientes que serão fornecidos pelo composto organico/adubação.

limpa gar
Foto: Helena Schanzer – Flor da planta chamada: Limpa – garrafa ou Grevílea

 

2. Água: a planta para crescer e realizar a fotossíntese precisa de água e de luz solar. Então, deve fornecer água e  o ponto de água deve está próximo da planta para facilitar.

SOBRINHO REGANDO O JARDIM DE HELENA
Foto: Helena Schanzer – Pense como vai molhar as plantas

3.  A Planta:   verifique o tamanho dela quando adulta e o espaço que dispõe. Veja qual espécie de planta que você gosta, se cresce no sol ou na sombra.  E pense no tempo que voce dispõe para cuidar.  Nas floriculturas compram-se mudas de plantas  em diversos tamanhos para jardins, hortas e pomares.  Compre uma muda de planta saudável que você conheça a procedência (boas sementes garantem plantas bem desenvolvidas e livre de patógenos).  A horta pode ser feita com sementes, porém demora uns meses a mais para a colheita.

muda  jasmim azoricum
Foto: Helena Schanzer – mudas de plantas trepadeiras de jasmim na floricultura

4. Sol: fundamental para a fotossintese da planta. Para as plantas adaptadas à meia sombra, basta a  luminosidade.

DSC08307
Foto: Helena Schanzer – Para cultivar tomates precisa de sol direto

5. Ar :  a planta precisa de ventilação, de ar para viver – no solo também precisa ter microporos de ar para que não seja um solo enxarcado e sim drenado.

Foto: Helena Schanzer - Flor da Streliza augusta
Foto: Helena Schanzer – Flor da Streliza augusta

6. Onde pretendo plantar?  no solo direto ou em um vaso ou floreira? E o peso  do vaso ou floreira, a estrutura do local prevê?

SICREDI - telhado verde
Foto e jardim by Helena Schanzer – Floreira sobre laje de concreto com plantio de palmeiras – Jardins do Centro Administrativo do Sicredi -Porto Alegre -RS

7. Se for em vaso ou floreira, tem que fazer drenagem, que nada mais é que uma camada de brita ou de sinasita ou de isopor para a água passar.

8. Equipamentos para plantar: pá de jardineiro, regador, mangueira, luvas, irrigadores, tesoura de poda, entre outros.

Cuidados: molhar quando o solo estiver seco e conforme a necessidade da espécie da planta, adubar para repor os nutrientes absorvidos pela planta e observar sempre as folhas se estão verdes, inteiras ou mordidas, pode ser algum inseto (lagarta, formiga, gafanhoto)  atacando ou uma doença ( bactéria, virus ou fungo).  Mãos à obra e boa sorte!

Como plantar mudas de framboesa

Quer aprender como plantar mudas de uma planta de framboesa? A framboesa, Rubus idaeus, é uma planta arbustiva de ramos escandentes (pendentes) que  tem um fruto  saboroso e gosta de clima frio, bem adaptada  aqui no sul. Fotografei todas etapas de replantio da muda . Importante é regar bem após o replantio e adubar para que ela tenha nutrientes para frutificar. Você pode fazer mudas  de  amoreira-preta ( do tipo arbustivo/trepador) da mesma maneira que esta framboesa.

background-2276_1280
Foto: Pixabay – fruto de framboesa
raspberry-368159_1280
Foto: Pixabay – Folha e fruto da framboesa