Arquivo da categoria: Vasos e Ferramentas para o jardim

Dicas de presentes para o Dia das Mães: Plantas e acessórios de jardim

Mãe é mãe! Amor de mãe é eterno e incondicional. Faça uma homenagem bem afetiva neste dia  para sua mãe ou para alguém que lhe criou com amor . O amor é um sentimento que está faltando tanto nos dias de hoje! É essencial nutrir esta sensação tão benéfica. Presentes como flores e plantas as mães adoram! Se quiser inovar, presenteie um vaso com temperos ou uma hortinha. As ferramentas para ela mexer no jardim, tanto para fazer Bonsai, como  para plantar em vasos são sugestões bacanas.

spices-816496_1280
Temperos em vasos
chilli-peppers-889873_1920
Vaso com pimentas
bonsai ferramentas
Kit de ferramentas para Bonsai Foto: Tramontina divulgação

 

Kit ferramentas para jardim
Kit ferramentas para jardim Foto: Tramontina Divulgação
avental jardinagem
Avental para jardinagem Foto: Tramontina Divulgação

 

framboesas silvestre
Muda de framboesas silvestres para plantar em vaso ou no jardim Foto: Helena Schanzer

 

watering-can-397290_1280  pixabay
Regador de plantas

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

 

 

Aprenda como podar as plantas

A época ideal para podar as plantas é no outono e no inverno, quando as temperaturas são mais frias. Com o clima frio, a planta fica com o metabolismo lento e muitas espécies entram em dormência, hibernam. Para realizar a poda das árvores e arbustos existem ferramentas específicas que garantem um corte preciso no galho. A poda é uma prática benéfica para as plantas quando realizada com critérios técnicos que visam a melhoria da saúde da planta e vigor da brotação dos ramos.

box-hedge-topiary-869073_1280 (1)
Podando cercas-vivas              Foto: Pixabay

Existe uma enzima que estimula o crescimento da planta para cima e quando cortamos um galho acima da gema de brotação, começam a atuar outras enzimas que estimulam o crescimento das gemas laterais, bifurcando a planta. Isto é desejado quando queremos que a planta “encha”, que os ramos laterais brotem.

rhs-hyde-hall-869076_1280
Topiaria é a arte de podar plantas com formatos geométricos Foto: Pixabay

Dicas para podar as plantas:

1. A partir de maio, quando começa o outono e no inverno são as épocas ideais. O frio é boa época para podar, a planta está em dormência. As plantas caducifólias perdem as folhas completamente e esta é a época ideal para podá-las.

2. Existem vários tipos de tesoura de podar, verifique a grossura do tronco e faça sua escolha. A lamina deve estar afiada para um corte certeiro, que não “mastigue” o tronco.

3. Existem tipos de podas com finalidades diferentes:

– poda de limpeza: como o nome já diz: serve para limpar a planta e retirar galhos secos, doentes, mal formados.

– poda de formação: muito usada em árvores frutíferas para formar a galhada para que todas frutas recebam luz solar.

– Topiaria: arte de podar dando formatos na planta ( em geral arbustos de folhas perenes). Um arbusto muito usado para topiaria é o buxos, chamado Buxus sempervirens, que se poda para dar aspecto redondo. Esta espécie se presta bem a esta função.

4. Proteja as mãos e os dedos porque estas tesouras são muito afiadas. Preste atenção onde segura o galho, para não se cortar.

5. As azaléas não de vem ser podadas agora. Somente após a floração em setembro, porque agora estão sendo formadas as gemas da floração. Se voce podar agora no outono, não terá flores em agosto na época da floração das azaléas!

6. Quando podar um galho muito grosso, passe a pasta bordalesa para evitar que fungos e bactérias penetrem no tecido podado. A calda bordalesa é o sulfato de cobre diluído em água.

pruning-shears-535350_1280
Corte da poda deve ser preciso para não danificar a planta foto: Pixabay
topiary-898927_1920
Podando com formatos geométricos foto: Pixabay

Tem um ditado popular que diz que os meses sem “R” são bons para podar. Faz sentido, porque os meses mais frios como maio, junho, julho, agosto são os que a planta está com o metabolismo mais desacelerado.

tesoura-para-cerca-viva
Tesoura de poda para galhos grossos como cercas-vivas                     Foto: Tramontina Divulgação

 

Tesoura de poda para galhos pequenos, lenhosos  e finos     Foto: Tramontina divulgação
Tesoura de poda para galhos pequenos, lenhosos e finos             Foto: Tramontina divulgação

Veja: Cobertura de apartamento tem jardim Gourmet

Aprenda: Faça voce mesmo seu jardim na cobertura

Saiba: Porque conviver com as plantas atrai bem estar e paz

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

 

Vasos e casinhas para passarinhos de cerâmica são um charme no jardim

Para dar um toque pessoal e charmoso no jardim,  fica lindo colocar vasos coloridos, casinhas, bebedouros e comedouros para pássaros. As obras de cerâmica alegram, colorem e  atraem  vida para o jardim ou para a sacada do apartamento.   Em Porto Alegre, um casal de artistas ceramistas cria peças únicas e lindas no seu atelier.  Katia Schames e Lucio Vargas  desenvolvem diversos objetos utilitários em cerâmica. Não tenho palavras para explicar a arte encantadora que eles fazem, as imagens falam por si. Olhem e vão concordar comigo!

casinha de pássaros e  orquidea dendrobium
Casinha de pássaros e orquidea Dendrobium -Fotos: Katia Schames

Obras de arte no jardim: casinhas, bebedouros e vasos em cerâmica

 

Para saber mais:

https://www.facebook.com/AtelierKatiaSchames

http://www.katiaschames.com.br/

Conheça ferramentas para fazer o jardim – Plantar com pá -1

Para plantar e manter o jardim são necessárias diversas ferramentas.  Para começar um jardim precisamos de enxada e pá.  Em outro post falarei sobre a enxada.  Aqui explicarei os tipos de pás mais usadas no jardim, cada uma adequado a uma atividade específica.  Para uso no dia a dia do jardim e do cuidado com os vasos, a pá de jardineiro é muito útil. A pá é pequena e apropriada para cavar e plantar direto na terra as plantas pequenas.  Própria para os serviços menores como cavar um buraco na terra do jardim para plantar uma flor, um tempero ou uma forração.  Usa-se tanto para plantio em vasos como na terra diretamente.  Tem um cabo anatômico que quanto mais emborrachado for , melhor para o uso, mais macia para o manuseio. Importante que o metal seja resistente para cavar. Pode ser estreita ou mais larga. Usada também para manejar a compostagem caseira.

Foto: Tramontina  Divulgação - pá estreita
Foto: Tramontina Divulgação – pá estreita
Foto: Tramontina  Divulgação - pá larga
Foto: Tramontina Divulgação – pá larga

Existe a pá-de-corte, que tem cantos retos e serve para cortar a terra, fazer buracos, para plantar árvores e para cavar. Adequada também para recortar o torrão de uma planta que está no solo quando pretendemos transplantá-la.

foto pixabay pá corte
Foto: Pixabay – Pá corte – própria para cavar buracos e retirar a terra

Abaixo vemos a pá-de-concha que serve para carregar a terra ou areia. Ela tem formato da pá concavo, de modo que o material fica contido na pá e é própria para deslocar terra e areia de um ponto a outro do jardim.

Foto: Pixabay  - Pá-de-concha
Foto: Pixabay – Pá-de-concha própria para trabalhar com a terra e outros insumos como cal, adubos.

Para auxiliar no serviço de jardinagem é importante um carrinho-de-mão. Serve para transportar o composto orgânico, a areia e o substrato. Também é usado para deslocar as mudas das plantas na implantação do jardim.

foto pixabay pá
Foto: Pixabay – carrinho de mão

Com estas ferramentas você pode começar a executar o seu jardim.  Em um próximo post falaremos sobre as ferramentas para podar as plantas do jardim.

 

Veja vasos com plantas que decoram e humanizam os ambientes internos

Vasos com folhagens são ótimas opções para decorar a casa e humanizar o ambiente deixando-o mais aconchegante. Neste apartamento, vasos de vidro funcionam como cachepôs com espécies de plantas que se desenvolvem dentro de casa. Os vasos foram distribuídos pela casa conforme a adaptabilidade de cada espécie de planta às condições de luminosidade.  Na sala, a luminosidade permite que se cultive asplênio, antúrio vermelho, orquídea cimbydium e a planta carnívora. Os vasos são de vidro e  foram preenchidos com cascas de árvore e o vaso da planta  colocado dentro.  Este apartamento e a cobertura tiveram projeto de arquitetura de interiores desenvolvido e executado pelas arquitetas Anne Bryk e Bibiana Fiterman. Os vasos de vidro com as plantas foram selecionados e colocados pela engenheira agrônoma Helena Schanzer. Os cuidados de manutenção são regas eventuais,  adubo líquido de 2 em 2 semanas , pulverizar água na planta e retirar as folhas secas.

orquidea
Foto: Helena Schanzer – Orquidea Cimbydium com flor amarela – Dura 2 meses com flores
asplenio
Foto: Helena Schanzer – Asplenio

A lança de são jorge, Sanseviera cilindrica, foi plantada em um vaso de vidro com rodízios de forma que pode ser deslocada uma vez por semana para fora do lavabo para tomar luz.

sansevieira cilindrica em vaso de vidro 2
Foto: Helena Schanzer – Sanseviera cilindrica – lança de são jorge – não precisa de muita luz
sanseviera cilindrica -jardim-paisagismo
Foto: Helena Schanzer – Sanseviera cilindrica no lavabo – para locais com pouca luz natural

 

 

Jardim em vasos: que tipo de vaso ou floreira é melhor para plantar?

Cultivar plantas em vasos permite que tenhamos jardim em qualquer espaço. Podemos ter vasos de plástico, de cerâmica natural ou vitrificada, de cimento, de  concreto, e ainda vaso reciclado usando-se tinas de madeira, por exemplo. O peso do vaso é um fator importante principalmente se o local for uma sacada ou  cobertura de casa.

vaso de plástico sacada jardim paisagismo
Foto Helena Schanzer – Vaso de plástico com camarão-vermelho e jasmim perfumado do tipo trepadeira
vasos de ceramica natural com geranio - jardim de helena
Foto: Helena Schanzer – vaso de cerâmica natural com geranios

Os vasos de plástico são tendência atual por serem leves e de baixo custo. Existem hoje muitos modelos que imitam diversos materiais com perfeição.  No mercado vamos encontrar vasos de plástico mais simples até linhas importadas mais sofisticados e até com rodízios embutidos. Os módulos de  vasos plásticos encaixáveis para cultivar uma horta caseira são uma opção interessante.

 

vaso para horta
Foto: Helena Schanzer – Módulos encaixáveis para cultivar horta em casa.

Os vasos de cimento ou concreto são pesados, resistentes e duráveis. E, se não queremos o vaso na cor de concreto, pode-se pintar com tinta PVA na cor desejada.

vasos de cimento
Foto: Helena Schanzer – vasos de cimento e concreto

Os vasos de cerâmica podem ser de barro na cor natural e conferem um aspecto rústico e natural. Os vasos de cerâmica vitrificados são lindos e são ao mesmo tempo artesanais e sofisticados. Os vasos vitrificados vietnamitas são lindos e decorativos, verdadeiras obras de arte.

ceramica vitrificada
Foto: Helena Schanzer – Vaso de cerâmica vitrificado
vasos de ceramica natural jardim paisagismo sacada
Foto: Helena Schanzer – vasos de cerâmica natural

 Para os vasos de concreto, cimento ou de cerâmica, uma dica é pintar com tinta impermeabilizante a parte interna para evitar que fiquem com manchas brancas na parte externa. Já nos vitrificados não acontece isto. Os vasos de madeira e inox são usados como cachepos, ou seja, plantamos em um vaso de plástico e colocamos dentro do cachepo. Plantar direto no vaso de madeira, só se for madeira de lei, cada vez mais rara hoje em dia.

pizaria braz rj frutiferas
Foto: Helena Schanzer – vaso de tinas de madeira com temperos

Existem ainda vasos feitos de fibras naturais (de côco, por exemplo) que são biodegradáveis usados para o plantio de orquídeas e espécies de tamanho pequeno.

Quando plantamos um vaso é importante lembrar que vamos colocar a planta fora do solo natural. Isto quer dizer que a drenagem da água da chuva e da rega não ocorrerá de forma natural. Teremos que criar condições para o escoamento da água. E, prover nutrientes para a planta, já que a raíz não terá onde procurar por estar confinada no vaso.

Em relação ao pratinho que se coloca embaixo do vaso, hoje devido ao problema da dengue, opta-se por não colocá-lo. No caso de usar o prato, a dica é completar com areia fina no prato para que a água não fique acumulada.

Uma boa dica é colocar suporte com rodízios para o caso de eventualmente ser necessário mover o vaso.

Dicas de plantio e drenagem veja aqui.