Arquivo da categoria: Você é o que você come

Plantando vegetais X comendo e bebendo o que foi plantado. Dicas de plantio de frutíferas, hortaliças e temperos

Receita de saúde: plante couve e hortelã e faça suco verde sem agrotóxicos

Você quer uma receita de saúde e bem estar?  Plante couve-manteiga e hortelã no jardim de casa ou em vasos e floreiras na sacada ensolarada do apartamento.  Com estes dois vegetais, dá para fazer suco verde sem agrotóxicos e com custo zero. Estas espécies são resistentes, de fácil crescimento e não ocupam muito espaço. Você precisa de sol direto e local arejado.

  Mentha  - Hortelã
Mentha  spicata- Hortelã Foto: Wikimedia

Você precisa de um local com sol por 6h por dia, no mínimo  para os vasos/floreiras de sol direto e ar. Definido o local, você vai precisar de composto orgânico (terra) de boa qualidade e vaso ou floreira de 20 cm de profundidade e largura, no mínimo. Plante a couve e a hortelã  em mudas, regue em dias alternados e em algumas semanas você estará colhendo estes vegetais frescos e sem agrotóxicos na sua casa!

 Couve manteiga
Couve manteiga Foto: Helena Schanzer –

A receita do suco verde é simples: Lave 3 folhas de couve manteiga, coloque no liquificador sem a parte grossa do talo, coloque um punhado de folhas de hortelã, gelo e 1 copo de água ou de água de côco.  Bata por uns minutos e saúde!

suco verde de couve e hortelã
Suco verde Foto: Pixabay

A couve e a hortelã são bem adaptadas ao clima frio e ao calor também. Gostam de solo bem drenado e regas em dias alternados. Plante a couve no centro do vaso e as hortelãs na volta. A foto abaixo mostra uma hortinha com floreiras onde se plantou temperos. Dá para fazer igual com couve manteiga e hortelã.  Sabia que hortelã se faz muda com um pedaço da raíz? Mas isto já é assunto para outro Post.

Foto: Helena Schanzer
Hortinha by Helena Schanzer em floreiras com temperos. Dá para fazer com couve e hortelã

 

Dica: Você encontra mudas de couve manteiga e  hortelã para fazer sua horta no http://souvegetariano.com  em produtores.

Dica 2: Fique ligado porque lagartas adoram comer couves-manteigas. Como acabar com elas sem venenos vou contar em lagartas   !

Dica 3: Use luvas de borracha ou látex para mexer no solo/terra/composto para evitar a contaminação das unhas com os fungos que fazem parte da microvida do solo e da terra e com toxoplasmose.

Veja também:

Dicas de árvores com flores e perfumadas para plantar

Jardins verticais são soluções incríveis

Projetos de jardins: Cobertura com varanda gourmet

 

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

 

Veja como cultivar sua salada em horta criada no apartamento

É possível cultivar hortaliças em floreiras no apartamento. Dá para plantar salsinha, espinafre, alface, rúcula, couve, melissa, hortelã, manjericão e muito mais. O importante é ter sol pelo menos 6 horas por dia, substrato fértil (mistura de terra com composto orgânico) e regar com frequência. Nestas floreiras foi instalado um sistema de irrigação por gotejamento automatizada com timmer, de modo que as plantas recebem água durante alguns minutos uma vez ao dia. Veja aqui como criamos e montamos esta hortinha de folhas verdes (espinafre, rúcula, couve, salsinha), temperos, chás em floreiras  e frutíferas em vasos em um apartamento.

manjericão com flor
tempero manjericão com flor foto: Helena Schanzer

Os tomates plantados na floreira recebem sol o dia todo e terão suporte da tela para crescerem ( são plantas trepadeiras).

Veja aqui uma cobertura de apartamento com varanda gourmet

floreiras
Floreira com hortaliças e temperos   Jardim by Helena Schanzer    foto: Helena Schanzer

Veja como cultivar temperos e  hortaliças em casa

alecrim e beringela
Alecrim e berinjela foto: Helena Schanzer
DSC_0215
irrigação por gotejamento com timmer
melissa
Melissa para chá calmante foto: Helena Schanzer
spinach
espinafre  1 mes após plantio    foto: Helena Schanzer
DSC02217
Alface crespa, alface roxa foto: Helena Schanzer
plaquinhas
Plaquinhas para identificação das hortaliças
hortelã
hortelã
salsinha
Salsinha – foto: Helena Schanzer
rucula
Rúculas – foto: Helena Schanzer

 

As árvores frutíferas neste apartamento, foram plantadas em vasos grandes: laranja de umbigo, bergamota montenegrina e limão siciliano. E para dar o acabamento nos vasos: hortelãs!

 

DSC02219
Árvores cítricas em vasos foto: Helena Schanzer

VEJA TAMBÉM: Casa tem telhado verde com jardim

Menos concreto: Shopping center tem telhado verde e jardim na cobertura

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

 

 

 

 

 

 

 

Férias de julho com as crianças: plante uma horta e faça ioga

Férias de julho e as crianças em casa, haja criatividade para inventar programas, não é?  E como tirar as crianças da frente da tela do computador e do celular? Indico uma atividade que as crianças adoram: mexer na terra e com as plantas. É super saudável, elas se conectam com a natureza e começam a repensar de onde vem os alimentos que comem. Para vocês se inspirarem, mostro uma atividade que organizamos junto com a Lezanfan: uma tarde para plantar hortaliças e temperos na sacada de um apartamento. As crianças se engajaram no plantio e estavam animadas!   Para completar, depois da plantação, as meninas relaxaram com uma sessão de ioga com a professora Juliana Rosa. Foi uma tarde muito diferente e deixou todos, adultos e crianças, felizes e conectados com o que realmente importa: a natureza e o bem estar!

A Luciana Chwartzmann, da Lezanfan, queria fazer uma horta de temperos e ter frutas na sacada do apartamento. Depois de visitar a casa, planejei os vasos e as floreiras com árvores, arbustos, plantas trepadeiras , temperos, hortaliças e as espécies adequadas. Para plantar as frutíferas e preparar as floreiras para o plantio da horta, a equipe da Cauhy Jardins foi encarregada.

Foto: Helena Schanzer  -Sacada de apartamento após projeto de paisagismo  e execução da hortinha nas floreiras
Sacada de apartamento após projeto de paisagismo e execução da hortinha nas floreiras – Foto: Helena Schanzer

Para começar a tarde de plantio, as meninas escreveram com canetas coloridas permanentes em embalagens de isopor (aquelas de hortaliças) para fazer as plaquinhas com o nome de cada plantinha. Olhem nas fotos a fofurice das plaquinhas. Dá para regar o jardim que elas não estragam com a água!

 As crianças escrevendo plaquinhas para a horta  na sacada
As crianças escrevendo plaquinhas para a horta na sacada – Foto: Helena Schanzer
Foto: Helena Schanzer - plaquinhas  de isopor reciclado  com nome dos temperos para a horta  na sacada
Plaquinhas de isopor reciclado com nome dos temperos para a horta na sacada – Foto: Helena Schanzer

A sacada do apartamento bate sol o dia todo, dá para plantar frutíferas, horta, temperos e plantas perfumadas. As espécies de frutas plantadas em vasos foram pitangueira, jaboticabeira,  laranjinha-do-Japão, mirtilo, fissalis e romã-anã.

Foto: Helena Schanzer - Vasos com árvores frutiferas na sacada: na ordem: pitanga-anã, jaboticabeira e mirtilo
Vasos com árvores frutiferas na sacada: na ordem: pitanga-anã, jaboticabeira e mirtilo – Foto: Helena Schanzer

Para plantar a horta podemos usar sementes ou comprar mudinhas das hortaliças e dos temperos. Usando sementes gastamos menos, mas levamos mais 2 à 3 meses a mais para ter o mesmo tamanho que a mudinha de menor porte ( varia conforme o clima e  espécie).

plantando horta caseira
Plantando tempero, Sálvia, na floreira da sacada do apartamento – Foto: Helena Schanzer

A Lu é uma amiga de longa data. Ela trabalha com crianças desenvolvendo atividades lúdicas. Então, no dia combinado para plantar a horta nas floreiras, a Lezanfan trouxe uma turma de meninas fofas de 7 à 11 anos.

mãos das crianças plantando hortinha
Crianças plantado as hortaliças e temperos na horta caseira Foto: Helena Schanzer

As meninas plantaram  temperos e hortaliças tais como: salsinha, rúcula, couve-manteiga, tomates, manjericão, alecrim, manjericão roxo, alface roxa e hortelã.  Depois regaram as plantinhas.  E o toque final  foi  a aula de ioga para relaxar.

Com a mão na terra para plantar! Foto: Helena Schanzer

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

 

 

Já pensou plantar uma horta em alto mar ? A Familia Schurmann planta!

Acompanho a Familia Schurmann há anos e suas aventuras em alto mar. Acho fascinante. Primeiros brasileiros a dar a volta ao mundo de veleiro, os Schurmann já cruzaram os 3 oceanos e 7 continentes do planeta. Começaram em 1984, quando deixaram a segurança da vida em terra firme em busca de um sonho vivido em família. A embarcação chamada de veleiro Kat está agora na Indonésia, na Expedição Oriente. Estava apreciando as fotos e videos das viagens dos Schurmann e um detalhe especial me chamou a atenção: eles cultivam uma horta no barco em alto mar. Quero mostrar para vocês como é a horta desta família aventureira e carismática. A Heloisa Schurmann gravou o video a seguir especialmente para o meu Blog onde conta sobre a horta a bordo e incentiva o cultivo de temperos.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=hIzV1NQTjDg]

 

A Heloisa contou que eles tem horta orgânica desde que moravam em Florianópolis  é que uma delícia colher os temperos  frescos.

10389199_545399032271203_4314185813176633987_n
Horta com temperos no barco da família Schurmann – Foto: Divulgação Facebook

Eu tinha muita curiosidade sobre o cultivo da horta a bordo do Veleiro Kat e a velejadora Heloisa dedicou seu precioso tempo para esclarecer minha perguntas enquanto navegava para a Malásia. Acompanhe a entrevista:

J.H Quais espécies vocês plantam? Onde conseguem a terra para plantar?

Heloisa: – Plantamos temperos tais como manjericão, salsa, pimenta vermelha, alecrim, cebolinha, menta, aloe vera, coentro, hortelã, açafrão etc.
Compramos terra orgânica, e depois mantemos com o adubo que produzimos em nossa própria composteira. Assim, temos uma terra sempre muito bem nutrida.

até na Antartica tinhamos ervas frescas  foto Familia Schurmann divulgação
Até na Antartica tinhamos ervas frescas foto Familia Schurmann divulgação

J.H. Como irrigam a horta?

Colocamos água um vez por dia no final da tarde. O vaso tem uma boa drenagem e mantém a horta com uma boa umidade.

J.H Quais as dificuldades do cultivo da horta em alto mar?
Heloisa: – Com cuidado, os temperos crescem bem. Alguns mais do que outros. A dificuldade fica por conta de que, as vezes, um tempero acaba e temos dificuldade de encontrar algo similar que substituía, já que estamos passando por países tão diferentes dos nossos.

J.H: Porque cultivam neste vaso de metal com tampa?  Porque a tampa é azulada e não é transparente?
Heloisa: – Por estarmos no mar, fizemos o vaso em aço inox com um cano embaixo para escoar a água. Ela é fechada para proteger contra o vento e as ondas. A tampa é transparente, mas possui uma proteção de “sombrelit”, uma tela interna que protege contra o sol forte ou frio excessivo. No topo da tampa temos um painel solar com um ventilador que mantém a horta arejada.

10469704_742174452593659_4622533475786556890_n
Horta orgânica no barco da família Schurmann foto: Divulgação

J.H: Como controlam as pragas e doenças da horta?

Heloisa: – Por ser um espaço pequeno não temos pragas. O que ajuda também é o fato da horta poder ser fechada quando acharmos necessário. Assim, evitamos que as pragas ou doenças.

J.H: Qual a diferença que você , Heloisa, percebe entre cultivar uma horta em alto mar e na terra firme?

Heloisa: – Não vejo nenhuma diferença nos cuidados, pois são os mesmos, mas temos mais diversidades de temperos em virtude dos países que visitamos.

12294715_754616348016136_7279169935483828500_n
Horta orgânica da família Schurmann – foto: Divulgação

Plantar uma horta quando está viajando em alto mar tem peculiaridades. Cada país tem barreiras a entrada de produtos fitossanitários para evitar contaminação de microorganismos. Assim, quando o barco dos Schurmann viajou para a Nova Zelândia e para a Austrália tiveram que se desfazer da horta em função das restrições dos países. Na Nova Zelândia não é permitida a entrada de nenhuma planta ou semente.

Então, se é possivel fazer horta em alto mar, mais fácil ainda plantar uma horta em terra firme na sua casa! Para saber mais sobre a última viagem da família Schurmann no Oriente, entre em www.expedicaooriente.com.br Para conhecer a história da Familia Schurmann visite o site: http://www.schurmann.com.br

Aprenda AQUI  a  plantar seus temperos

Faça uma horta na sua casa

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

Dá para cultivar hortaliças, temperos e frutíferas em casa

Vou fazer um desafio aos nossos leitores, já pensando na primavera, estação em que tudo floresce. Minha sugestão requer apenas um pouco de planejamento e vontade. E dará muita satisfação e saúde pra você.  A segurança alimentar e a sustentabilidade são tendências para melhorar a qualidade de vida de quem mora nas grandes cidades. Plantar em casa seus próprios legumes, verduras, frutas e temperos tem um imenso valor! Plante sua horta! Basta ter sol, água, um punhado de terra e sementes de qualidade e voce pode ter sua horta em casa.

lettuce-54132_1280
Pé de Alface -folhas jovens são 40% mais nutritivas foto: Pixabay

O espaço pode ser limitado, o suficiente para comportar alguns vasos e floreiras.  O fundamental é ter luz direta do sol e água, o resto é por conta da natureza. O ideal é uma sacada ou até mesmo um terraço.

Você já imaginou chegar a hora da refeição e poder colher sua própria salada orgânica?  Esqueça aquela salada guardada no refrigerador há dias.  Arme-se com uma tesoura e vá direto na sua horta colher alface, rúcula, manjericão, tomatinhos-cereja e umas folhinhas de hortelã para temperar tudo.  Sua salada fresquinha, limpa e sem agrotóxicos, com um sabor inigualável cultivada em casa!

fruit-924937_1280
Hortaliças podem ser cultivadas em casa Foto; Pixabay

Opções não faltam:

Salsinha, rabanete, cenoura, tomate.

Temperos: manjericão, salvia, alecrim.

Chás: cidró, erva -cidreira, melissa, hortelã, poejo. 

Frutas como: limão, bergamota, pitangueira, jabuticabeira, uva, todas em vasos.

Se você tiver um pouco mais espaço ainda dá para plantar de quebra umas abobrinhas, pepinos e chuchu. 

 

green-930889_1280
Folhas jovens ou Baby-leaf foto: Pixabay

Um truque muito legal: Dá para colher as folhas jovens, basta semear espécies que são adequadas para serem colhidas jovens. Por exemplo: alfaces e rúculas podem ser colhidas com 20 dias de vida e são bem tenras. As “folhas-jovens” tem 40% mais de nutrientes que quando a planta atinge o final do seu ciclo para ser colhida. Gostou? A ideia é ter tudo mais saudável, barato, sempre à disposição na sua mesa e com um sabor especial, sem contar a terapia, o relax.

lemon-110693_1280
Limoeiro siciliano foto: Pixabay

Se você tem apenas alguns minutos por semana você dá conta do recado. Mais uma coisa, uma irrigação automatizada também ajuda. É uma dica do tipo faça você mesmo ou chame um profissional para dar uma orientação técnica. E ainda pode virar uma atividade lúdica e divertida com a participação dos seus filhos ou netos. Bom proveito!

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

 

 

Banana é saúde no jardim de casa!

Quem não gosta de banana?  Uma fruta saudável, macia, de sabor adocicado e que pode ser consumida in natura ou cozida.  O que você talvez não saiba é que a bananeira é muito fácil de ser cultivada. A bananeira precisa de  sol e de um lugar protegido das temperaturas muito baixas. É uma planta tropical.  A planta da bananeira vai rebrotando e cada planta dá um cacho de bananas e depois a planta-mãe vai secando. Mas antes de morrer, já terá emitido várias plantas filhotes que darão bananas. Pode ser plantada em um vaso grande. A banana é a fruta do momento. Uma fruta super nutritiva que deve ser ingerida diariamente. Rica em potássio, é fundamental para quem malha!

bananas-508711_1280
Flor da bananeira foto: Pixabay

A bananeira, denominada de Musa X paradisíaca*  foi introduzida no Brasil no século XVI e hoje é cultivada por tudo. A bananeira é cultivada em 130 países. Originária do sudeste da Ásia, atualmente é plantada em praticamente todas as regiões tropicais do planeta. É uma das frutas mais populares do mundo.  A bananeira é uma planta herbácea suculenta de porte arbóreo com altura de 2 até 7 metros de altura.

banana-blossom-321128_1280
Cacho de flores da bananeira de onde se abrem inúmeras flores foto: Pixabay

As principais cultivares plantadas no país são a Nanica, banana-d’água, banana-da-terra, banana-maçã, banana-Java entre outras 12 variedades cada uma com características peculiares relativas a doçura, consumo in natura ou cozida, maciez do fruto, sabor, tamanho resistência, clima e produtividade.

bananas-639510_1920
A partir do cacho de flores, cada flor dá origem a uma bananinha – foto: Pixabay

 Veja como plantar  frutíferas na sacada 

banana-shrub-301663_1280
Bananas que nasceram das flores começam a adquirir tamanho – foto: Pixabay
banana-321856_1280
Cacho de bananas junto a planta-mãe foto: Pixabay

Existe uma doença conhecida com mal-do-panamá que é uma ameaça as cultivos de banana nos trópicos. O mal-do-Panamá é uma doença endêmica causada por um fungo de solo e ocorre em todas as regiões produtoras de banana do mundo. No Brasil, o problema é ainda mais grave em função das variedades cultivadas, que na maioria dos casos são suscetíveis.

bananas-504478_1280
Bananas maduras em cachos -foto: Pixabay
plant-677665_1280
Planta da bananeira – planta bem tropical  –  Foto: Pixabay
DSC01087
Bananeira plantada em telhado verde Foto: Helena Schanzer

 

*Frutas Brasileiras e Exóticas Cultivadas de Consumo in Natura. Lorenzi, H., et all, São Paulo: Instituto Plantarum de Estudos da Flora, 2006.

 

Aprenda AQUI a reciclar seu lixo de cozinha para composto orgânico que servirá como adubo para as plantas

 

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

 

 

Quer ter uma horta vertical em casa com alface, pimenta e salsinha?

Olha que idéia bacana: um vaso com rodízios que é uma horta de 3 andares. Voce pode cultivar temperos e  hortaliças na sacada, na área de serviço, desde que o local receba luz solar direta algumas hora por dia. Cultive e colha folhas tipo baby de alface que vão direto para a salada. Sem produtos químicos, alfaces ao seu alcance na hora que precisar. Colha folha por folha que ela irá rebrotando.

alface baby leaf
alface baby leaf foto: Helena Schanzer
Horta vertical Foto: Helena Schanzer

Dá para plantar pimenta para temperos,  salsinha, alface, morangos.  Só precisa usar terra com composto orgânico bem fértil no momento da montagem  do vaso.

horta com alface e pimenta malagueta foto: Helena Schanzer

Não é para deslocar todo dia , ela é pesadinha, mas dá para movimentá-la quando precisa. A horta vertical tem um sistema de irrigação por capilaridade. Precisa colocar água sobre os vasos e um pouco no reservatório para a planta absorver através dos fios brancos enterrados no na terra do vaso.

 Veja aqui como fazer uma horta na sacada

Plante couve  e hortelã e faça suco verde

Passo a passo da montagem da horta vertical e do plantio das hortaliças:   fotos: Helena Schanzer

 

 

Esta horta voce encontra no site da ISLA Sementes e entregam na sua casa.

 

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

 

 

 

 

 

 

Jardim + Design + Pessoas + Negócios = Blogs parceiros

O que acontece quando cabeças criativas se juntam no mundo digital? Reuniões divertidas, mil planos e muitas ideias! Os blogs Jardim de Helena, Mundo dos Negócios, DesignBox e Pessoas como Agente se uniram para preparar eventos coletivos, mas com o olhar de cada um sobre determinado tema. Por exemplo: quando discutirmos sustentabilidade, será do ponto de vista ambiental, da gestão, do negócio, do design e sob o ângulo das pessoas. Quer saber mais? Aguarde! Em breve, teremos novidades.
Na foto abaixo, da esquerda para a direita, Monica Tonial, Suzana Naiditch, Paulo Trindade, Helena Schanzer e Roberto Majola.

Blogueiros parceiros no café agridoce
Blogueiros parceiros no café agridoce

O Agridoce Café, local da nossa reunião, é super charmoso. Para saber mais sobre o local, veja  aqui o post que publiquei sobre como eles reciclam a borra do café usado.

 

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

Veja temperos e aromáticas cultivadas na sacada

Dá para ter temperos e ervas aromáticas em vasos na sacada. Nesta sacada que fiz na semana passada, pega sol o dia todo. A sacada fica no 12° andar e tem uma vista linda para o rio Guaíba. Lá do alto, as plantas recebem chuva, vento e muito sol. Isto é bom para as plantas, elas precisam de sol e chuva para crescer. Precisam também de solo fértil e de água quando o clima estiver seco.

temperos
Temperos como manjericão, hortelã, salsinha e cebolinha na sacada  foto: Helena Schanzer

Nos vasinhos são cultivados manjericão, salsinha, hortelã e cebolinha. São espécies simples de cuidar. As suculentas também foram plantadas porque são resistentes e adoram sol.

temp 1

Os vasos foram dispostos sobre uma caixa de madeira que esconde os condensadores dos aparelhos de ar condicionado.

temperos
cebolinha, manjericão, salsa são temperos fáceis de ter na sacada em vasos

Para a montagem dos vasos, o engenheiro agrícola Egon Zounar e equipe deixaram tudo limpo e arrumado após fazermos o jardim na sacada do apartamento. Abaixo dá para ver os materiais usados.

plantio temp.

 

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

 

Jardinagem + Gastronomia + Terapia = Gastroterapia + qualidade de vida

A Gastroterapia é uma atividade de reconexão e reflexão, mais do que uma aula de jardinagem ou culinária. Para saber sobre este tema tão interessante e atual, conversei com a terapeuta Michele Valent que mora em Teutonia e lá desenvolveu a “Gastroterapia”. Michele Valent é ativista do movimento Slow Food, médica psiquiatra, com mestrado em psicopatologia do trabalhador e cozinheira profissional formada pelo Italian Culinary Institute for Foreigners – ICIF/UCS.

Gastroterapia
Gastroterapia por Michele Valent

O que é esta união da gastronomia com a terapia?

Michele: É um exercício de educação emocional através da jardinagem e da culinária. Com um tema diferente a cada encontro, os participantes elaboram e degustam uma refeição completa – da entrada à sobremesa, da horta ao prato.
Uso a gastronomia como veículo para trabalhar e para responder algumas das demandas mais prementes do homem contemporâneo. Começo com o plantar, o cultivar e o colher, e o espaço da agricultura na vida urbana. Tento resgatar essa possibilidade, reavivar o laço com uma origem rural não muito distante, que sobrevive na memória afetiva e na vontade. Lanço a provocação e convido as pessoas a investigarem os arquivos vivos de suas culturas, as pessoas mais velhas, os camponeses conhecidos.  Observamos que muitas pessoas não percebem de onde vêm os alimentos que comem e não dão a importancia devida a alimentação. E tem várias pessoas que são muito informadas quanto à alimentação e vem para saber mais.

Colhendo os ingredientes que serão cozinhados  Foto: Michele Valent
Colhendo os ingredientes que serão cozinhados Foto: Michele Valent
Almoço servido com o que o grupo colheu na horta e  cozinhou   Foto: Michele Valent
Almoço servido com o que o grupo colheu na horta e cozinhou Foto: Michele Valent

Como estabeleces estas conexões?

A produção do alimento ressignifica o trabalho, porque refaz o link direto entre trabalhar e comer, recorda à pessoa o motivo de levantar todos os dias e tolerar tantas frustrações. E por aí, vai. No cultivo e na cozinha, trabalho a prática da atenção plena, do estar no momento presente como antídoto contra a ansiedade moderna. Trabalho a tolerância, a paciência, o zelo e outras tantas virtudes esquecidas em nossa cultura da pressa e do descartável. Trabalho a comensalidade, o ser anfitrião e matriarca/patriarca – o agregar a família ao redor do fogo do lar ou da mesa, sem exclusões.

12419222_999222293454744_4527150144419373317_o
Grupo animado colheu, cozinhou e comeu vegetais direto da horta Foto: Michele Valent
Comer juntos após colher e cozinhar é um enorme prazer  Foto: Michele Valent
Comer juntos após colher e cozinhar é um enorme prazer Foto: Michele Valent
Enfeitando com flroes comestíveis
Enfeitando com flores comestíveis: amor perfeito

Como funcionam os encontros de gastroterapia?

É difícil, depois de uma certa idade, formar novos amigos – e comer juntos, preparar uma refeição – facilita esse movimento. Pessoas de formações muito diferentes, vindas de diferentes pontos, se reúnem para lembrar, para trocar e para conviver. Após o encontro, quando retornam para suas casas, trazem de volta à mesa os familiares sugados pelas telas dos eletroeletrônicos. Enfim, são outros valores: contra o consumo, micropolítica na escolha do que se come, na valorização do pequeno produtor, a gastronomia como ato artístico, cultural, nutricional, químico e agrário.

gastroterapia
Cozinhando juntos Foto: Michele Valent
Venha trocar todos os livros de dieta por alguns princípios simples
Venha trocar todos os livros de dieta por alguns princípios simples Foto: Michele Valent
regras para aumentar sua inteligencia gastronomica
Regras para aumentar sua inteligencia gastronômica Foto: Michele Valent
o cantinho das apiáceas   salsas, aipo, endro e coentro
Na horta, o cantinho das apiáceas como  salsas, aipo, endro e coentro Foto: Michele Valent

Quer saber mais informações , olha o link   https://www.facebook.com/notes/gastroterapia/perguntas-mais-frequentes-sobre-a-gastroterapia/937312929645681

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter