Arquivo da tag: cultivo organico

Alface hidropônico X alface orgânico, sabe a diferença?

Você sabe a diferença entre uma alface plantada com hidroponia e uma alface cultivada organicamente?  São tipos de cultivo de plantas, em geral hortaliças,  bem diferentes entre si.

Horta domestica
Horta domestica com cultivo orgânico – alfaces e rúculas na terra- Foto: Helena Schanzer

No cultivo orgânico as plantas são plantadas no solo, na terra e são nutridas através da adubação orgânica que é feita usando-se compostos orgânicos incorporados ao solo durante o cultivo. Compostos orgânicos são produtos oriundos da compostagem de resíduos animais, vegetais e/ou industriais.  Não se usam adubos químicos (tipo NPK granulado), nem inseticidas químicos, nem herbicidas. Para controlar pragas e doenças utilizam-se produtos atóxicos ao meio ambiente como defensivos naturais e controles biológicos ( fitossanitários). No cultivo orgânico se usam práticas como:  cobertura morta, diversidade de cultivos, rotação de culturas. Pode-se cultivar em estufas com terra.

Cultivo hidropônico de morangos – foto: Pixabay

A hidroponia é um sistema de cultivo de plantas em estufas que não usa o solo, nem a terra. As raízes das plantas ficam em suportes (por exemplo, canaletas plásticas), são cultivadas na água e alimentadas por soluções nutritivas fertilizantes adicionadas na água da irrigação. No cultivo hidropônico há um grande consumo de água potável.  A hidroponia é uma agricultura de precisão, é um sistema artificial onde tudo deve ser bem controlado, medido e dosado.

tomates em hidroponia
Tomates em hidroponia foto: Helena Schanzer

No cultivo hidropônico, a água deve ser de boa qualidade para que as soluções adicionadas para fertilizar as hortaliças atuem da maneira adequada.  As plantas são nutridas através de composto químico que é uma solução nutritiva com os 16 elementos químicos necessários ao crescimento da planta. Os principais elementos são o nitrogênio, potássio, fósforo, cobre, zinco, boro, silício, carbono, manganês, magnésio e oxigênio. Utiliza defensivos químicos para combater pragas e doenças, mas bem menos que na agricultura convencional. E, nada impede que se usem produtos naturais como defensivos na hidroponia.

beringelas em hidroponia
Beringelas em hidroponia foto: Helena Schanzer

A vantagem da hidroponia em relação à agricultura convencional e ao orgânico, é que na hidroponia a água é potável, tem que ser analisada. Já nos demais sistemas de cultivos, ninguém faz análise da água. Então, lembre disto na hora de lavar as folhas das hortaliças!!!

Veja AQUI uma varanda Gourmet com hortinha e temperos

Plante chás calmantes como o cidró, veja AQUI

 

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

 

 

Vamos plantar rúcula em casa sem agrotóxicos?

Cultivar rúculas orgânicas em casa é bem fácil. Tudo o que você precisa é de sol, de terra fértil ( composto orgânico), de boas sementes e de água. As sementes de rúcula são encontradas no setor de jardinagem dos supermercados e nas floriculturas. A rúcula é uma hortaliça folhosa verde escura rica em nutrientes, deliciosa para usar em saladas.

RÚCULAS
Rúcula orgânica plantada no jardim de casa – foto: Helena Schanzer

Veja o passo a passo do plantio:

1. Fazer a sementeira: Você pode comprar uma ou reciclar umas forminhas de silicone e furar embaixo, como eu fiz, olha a foto a seguir. Molhe diariamente ( 2 x dia). A sementeira é pequena e a água seca logo. Siga as instruções de plantio da embalagem da rúcula. Em uma semana germinam os primeiros brotinhos. Este mesmo processo de plantio é usado para plantar salsinha, alface, couve e outras folhosas.

sementeira com rúcula
sementeira com rúcula foto: Helena Schanzer
Rúcula plantada em sementeira reciclada de forminha de assar de silicone foto: Helena Schanzer

2.  Quando a muda estiver com tamanho de uns 10 cm, faça  o transplantio para o local definitivo. A terra deve ser fértil, um composto orgânico dá excelentes resultados. Molhe bastante antes de retirar a muda da sementeira e depois de plantar regue bem. Regue com jato de água tipo neblina para não danificar as folhas jovens.

Mudinha de rúcula já na terra foto: Helena Schanzer

 Saiba com que frequência e qual a quantidade que as plantas precisam

3.  Faça uma “cobertura morta” ( na foto, usei folhas secas das árvores)  no canteiro para proteger o solo, manter a umidade e a vida do solo.

rúcula 4
Rúcula com “mulching”-cobertura morta Foto: Helena Schanzer

Vá colhendo as folhas da rúcula conforme voce usar. Colha as folhas de fora, mais de baixo que são as que vão ficando “velhas”. Use uma tesoura apropriada para não danificar a planta. Em 20 dias você estará colhendo folhas de rúculas orgânicas na sua casa, pode plantar em vaso ou floreira que dá certo também.

Sempre que aparecer uma folha da rúcula amarelada nas bordas, retire para não contaminar as demais. E, se as lagartas atacarem as rúculas, saiba o que fazer, clicando AQUI  usando  produtos não tóxicos que não poluem o ambiente e nem a sua saúde.

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter