Arquivo da tag: horta

Plantas doentes? Insetos comendo sua horta? Dá para analisar em laboratório para saber o que é

Muitas vezes, as plantas não se desenvolvem como esperamos. Diversas podem ser as causas. Muitas vezes são doenças ou pragas que estão danificando-as e sugando literalmente sua energia vital. Você sabia que se faz diagnóstico de doença de planta? Estive na Agronômica que é um laboratório especializadíssimo neste assunto. É coordenado pelo doutor em fitossanidade Valmir Duarte , professor da agronomia,  e  minha colega agrônoma Patricia Telo.

No laboratório Agronomica com os diretores: agronomos Valmir Duarte a Patrica Telo.
No laboratório Agronomica com os diretores: agronomos Valmir Duarte a Patrica Telo.

As plantas podem ser atacadas por pragas como formigas, lagartas, pulgões entre outros insetos e podem ter doenças causadas por fungos, bactérias e vírus. Quando não se consegue identificar o que está danificando a planta ou a deixando doente, a solução é enviar amostras da planta e se possível do inseto para um laboratório para fazer o diagnóstico.

ESPINAFRE DOENTE (2)
Espinafre doente, com fungos nas folhas foto: Helena Schanzer

Estou dando consultoria para um sitio que planta hortaliças orgânicas e me deparei com plantas doentes. Para saber exatamente o que está acontecendo com as hortaliças, levei para este laboratório as plantas infectadas. Agora é aguardar o resultado para saber como combater os fungos ou bactérias que estão acabando com os espinafres a diminuindo a produtividade das couves. Eu já desconfio o que está acontecendo, para ter 100% de certeza, somente com a análise precisa deste laboratório.

bug-675856_1280
Besouros e ovos em vegetal foto: Pixabay

Para terem uma idéia da importância destas análises, explico para vocês.  O Brasil importa trigo, exporta soja. Cada vez que produtos agrícolas entram ou saem do país deve-se certificar que estão isentos de doenças ou pragas. Então, se enviam amostras do produto a ser importado/exportado para um laboratório. Os laboratórios devem ser cadastrados no MAPA ( Ministério da Agricultura) e este é o único laboratório particular do Brasil. Os demais são públicos, muitos deles estão dentro das universidades.
Quando navios carregados de grãos atracam nos portos, antes de desembarcar é necessário que a carga seja analisada para ver se está isenta de agentes patógenos.
Há semanas atrás, estava entrando uma carga de cenouras importadas da Europa contaminadas com uma bactéria super agressiva que não existe aqui. Ainda bem que foi detectada. O perigo é que esta bactéria não existe aqui e não tem predadores naturais, então pode causar um estrago terrível.  Então, quando tiver dúvida sobre o que está danificando suas plantas, mande fazer uma análise em laboratório de fitossanidade. Com um diagnóstico nas mãos, é possível definir um tratamento adequado para o controle da doença ou da praga da planta.  Isto é levar tecnologia ao campo!

Veja:  Como controlar as formigas cortadeiras

Aprenda:  Use controle biológico para matar as lagartas que devoram suas plantas

Aqui: Controle insetos sem poluir o meio ambiente

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

 

 

Cultive saúde no jardim com plantas medicinais e temperos

Sabia que você pode cultivar saúde no jardim com  plantas medicinais fáceis de cuidar? Alecrim,  manjericão, cidró, hortelã  são algumas delas.  Para cultivá-las é necessário sol direto, terra fértil, vaso ou floreira (ou pode plantar na terra direto), água para regar e  mudas  das plantas que se compra na floricultura ou no supermercado. Com poucos cuidados você terá folhas frescas e sem agrotóxicos para fazer seu chá medicinal a hora que quiser.  Estas plantas têm as folhas perfumadas. Se tiveres dúvida de qual planta se trata, pegue um raminho e amasse com os dedos. Pelo aroma exalado pela folha vai conseguir identificar a espécie. 

Alecrim – tempero e aromática foto: Helena Schanzer

 Alecrim

O alecrim (Rosmarinus officinales) é um arbusto ramificado que gosta de solo seco entre uma rega e outra, além de solo arenoso. É bastante resistente. Muito usado na culinária, na farmácia e perfumaria. Tem propriedades estimulantes, usado para dar força e ânimo para quem sente fraqueza e exaustão.

Flor do alecrim

 Hortelã

A *hortelã (Mentha spicata) é muito usada para fins medicinais. Toda a parte aérea da planta é aproveitada.  É apropriada para  mal estar estomacal, descongestionante nasal e antigripal. O óleo essencial é amplamente usado na farmacologia e cosmetologia. Usam-se as folhas frescas para saladas e temperos.

Hortelã, menta
Foto: Helena Schanzer – Mentha spicata – hortelã

 Manjericão

O *manjericão  (Ocimum basilicum) é uma planta herbácea de 30 a 50 cm de altura, cultivada em hortas para condimento e fins medicinais.  Na forma de chá, serve para tratar sintomas da gripe e para gargarejo. As folhas frescas são saborosas em saladas e como tempero.

Foto: Helena Schanzer – Manjericão

 

Capim cidró

O *capim cidró ou capim limão (Cymbopogon citratus) é uma herbácea com folhas longas e perfumadas. Usada para fins industriais e medicinais. O chá das folhas tem ação calmante e relaxante, induzindo naturalmente ao sono. O óleo é usado como aromatizador e as folhas novas usadas na culinária oriental ( tailandesa).

Foto: Pixabay  - capim cidró ou capim limão
Foto: Pixabay – capim cidró ou capim limão

 

Escolha a espécie de planta medicinal que quer plantar.  Prepare um vaso com dreno  e uma mistura de terra com composto orgânico e areia.

Foto: Pixabay  - Para plantar  ervas é necessário  substrato e pá de jardim
Foto: Pixabay – Para plantar as ervas precisa de substrato e pá de jardim

 

Siga o passo a passo abaixo. Por fim coloque  a muda no centro do vaso, cubra com composto orgânico e firme ela com as mãos na terra.  Molhe bastante e aguarde a colheita das folhas perfumadas!

Veja no link: passo a passo para plantio de temperos em vaso.  

 

 

Como preparar o dreno do vaso:

Espécies das plantas medicinais com flores e detalhes: hortelã, alecrim, manjericão e capim cidró. Todas tem flores melíferas muito visitadas pelas abelhas e borboletas.

 

* Plantas medicinais no Brasil, Nativas e exóticas. Harry Lorenzi e F.J. Abreu Matos. Instituto Plantarum, 2002.

 

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

 

 

Gastronomia com jardinagem e estilo de vida saudável

Chefs, bloggers, empresários e amantes da alta culinária se reuniram na segunda-feira, 26, para uma atividade bem distante da cozinha, mas diretamente ligada aos pratos: a colheita. Durante todo o dia, a Estação Experimental Isla Itapuã, em Viamão, recebeu convidados envolvidos com gastronomia, com jardinagem e com estilo de vida saudável para conhecer melhor a origem dos alimentos que consumimos na “Super Colheita” e na “Colheita dos Chefs“, promovidas pela ISLA Sementes. O evento  encerrou com jantar assinado por Marcelo Schambeck e Manu Buffara.

image1
Chefs e Bloggers participaram da colheita e discutiram gastronomia em Viamão na Isla Sementes encerra com jantar assinado por Marcelo Schambeck e Manu Buffara – Foto Divulgação

Segunda-feira, de manhã cedo, bloggers e jornalistas participaram da “Super Colheita”. Munidos de cestas e tesouras, colheram tomates, alfaces. pimentas e conversaram com Diana Werner, Diretora-Presidente e CEO da Isla Sementes, e Carol Costa, apresentadora da Websérie “Minha Horta” sobre alimentação saudável no bate-papo “Vamos Comer Melhor”. “Criamos esse evento com a ideia de conversar com o público da outra ponta, que são os chefs e as pessoas que escrevem sobre a gastronomia e hábitos de vida saudável, para ouvir o que eles esperam dos produtores e dos produtos“, disse Diana.

pimenta
Plantação de pimentas na ISLA – foto: Divulgação

O contato com o campo encantou os participantes. “Ver tomates tão lindos assim, no pé. Arrancar e comer ali mesmo. Foi um momento muito feliz“, disse Raquel Arellano, criadora do blog “Gordelícias”, do Rio de Janeiro.

image2
Bate papo: Vamos comer melhor – foto: Divulgação

Já no horário da tarde, foi a vez dos chefs profissionais colocarem a mão na terra. Entre eles, Jimmy Macmanis, do programa “Mais Você” (Rede Globo) e Izabel Alvares, campeã do “MasterChef Brasil” (Band). “Foi emocionante participar. Colher o que vai comer parece tão simples, mas é um processo encantador“, disse Izabel. O forte vento e a chuva não atrapalharam o processo. “Isso deve ter sido programado. para a gente enfrentar realmente o que o agricultor enfrenta. Para a gente ver que não é fácil“, brincou Jimmy. Em seguida, todos participaram de uma palestra ministrada por Diego Bolson, proprietário da Foodlosofia, situada no México, sobre tendências mundiais de comportamento e consumo que impactam a alimentação saudável.

tomates
Plantação de tomates em estufas – foto: Divulgação

Ao final do dia, os convidados saborearam um jantar preparado a quatro mãos pelos premiados Marcelo Schambeck, do restaurante Del Barbiere de Porto Alegre, e Manu Buffara, do restaurante Manu, em Curitiba. “Ficamos muito felizes com o evento. Foi um encontro importante, uma maneira de integrar todos os elos da cadeia das hortaliças, incluindo formadores de opinião e empresas diretamente ligadas aos consumidores finais“, concluiu Diana Werner.

alface
Cultivo de alfaces – foto: Divulgação ISLA

Sobre a ISLA:

 Semente, produtor, distribuidor, estabelecimento comercial e, finalmente, a mesa do cidadão. Este é o caminho que garante a qualidade da Isla Sementes, empresa que completa 61 anos em 2016. Pioneira na América Latina no desenvolvimento, produção e comercialização de sementes de hortaliças, flores, ervas e temperos, a Isla se preocupa com todas as etapas de cultivo até comercialização de seus produtos, assim como em ser corresponsável pela geração sustentável de empregos, diretos e indiretos, rentabilidade e valor agregado para seus colaboradores, parceiros, consumidores e meio ambiente.

Foto divulgação ISLA
Abóbora de diferentes tipos – foto: Divulgação

 

Aprenda a plantar em: Quer começar a plantar e não sabe por onde começar?

Saiba como plantar morangos em:  Morangos são fáceis para cultivar em casa sem agrotóxicos

 

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

Suco de couve e hortelã cultivadas no jardim é super saudável

Um dos sucos que considero mais saudável é o de folhas de couve-manteiga, folhas de hortelã e água de coco. Para mim é Detox total! Eu planto no meu jardim vários pés de couve e hortelã.

Hortelã, menta
Hortelã em flor foto: Helena Schanzer

Veja como plantar em:  Plantando temperos e limão em vaso

Corto as folhas maduras conforme vou utilizando, e o pé de couve fica ali crescendo cada vez mais.  Importante é usar uma tesoura de poda ou mesmo de cozinha para coletar as folhas. Assim não arrebentamos o caule e a fibra da planta, evitando a entrada de patógenos. Importante: não uso nada de agrotóxicos, quando aparece alguma lagarta comendo a folha da couve, com uma luva , eu a esmago com o dedo! Não tem nojinho 🙂  Ou uso controle ecológico, veja aqui.  Prefiro isto do que usar pesticidas.

Quer saber a receita do suco e como plantar a couve-manteiga e a hortelã?  É bem simples: Veja agora a matéria da data de abril/2015:

 

Você quer uma receita de saúde e bem estar?  Plante couve-manteiga e hortelã no jardim de casa ou em vasos e floreiras na sacada ensolarada do apartamento.  Com estes dois vegetais, dá para fazer suco verde sem agrotóxicos e com custo zero. Estas espécies são resistentes, de fácil crescimento e não ocupam muito espaço. Você precisa de sol direto e local arejado.

Foto: Wikimedia  Mentha  - Hortelã
Foto: Wikimedia – Mentha  spicata- Hortelã

Você precisa de um local com sol por 6h por dia, no mínimo  para os vasos/floreiras de sol direto e ar. Definido o local, você vai precisar de composto orgânico (terra) de boa qualidade e vaso ou floreira de 20 cm de profundidade e largura, no mínimo. Plante a couve e a hortelã  em mudas, regue em dias alternados e em algumas semanas você estará colhendo estes vegetais frescos e sem agrotóxicos na sua casa!

Foto: Helena Schanzer  - Couve manteiga
Foto: Helena Schanzer – Couve manteiga

A receita do suco verde é simples: Lave 3 folhas de couve manteiga, coloque no liquificador sem a parte grossa do talo, coloque um punhado de folhas de hortelã, gelo e 1 copo de água ou de água de côco.  Bata por uns minutos e saúde!

juice-94945_640 pixabay
Foto: Pixabay – suco verde

A couve e a hortelã são bem adaptadas ao clima frio e ao calor também. Gostam de solo bem drenado e regas em dias alternados. Plante a couve no centro do vaso e as hortelãs na volta. A foto abaixo mostra uma hortinha com floreiras onde se plantou temperos. Dá para fazer igual com couve manteiga e hortelã.  Sabia que hortelã se faz muda com um pedaço da raíz? Mas isto já é assunto para outro Post.

Foto: Helena Schanzer
Foto: Helena Schanzer Hortinha em floreiras com temperos. Dá para fazer com couve e hortelã

 

Dica: Você encontra sementes e mudas de couve manteiga e  hortelã para fazer sua horta  em floriculturas e  supermercados.

Dica 2: Fique ligado porque lagartas adoram comer couves-manteigas. Saiba como acabar com elas sem venenos  em lagartas !  Eu coloco luvas e quando são em pequena quantidade, esmago com o dedo. Simples assim.

Dica 3: Use luvas de borracha ou látex para mexer no solo/terra/composto para evitar a contaminação das unhas com os fungos que fazem parte da microvida do solo e da terra.

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

Horta caseira de couve, temperos e salsão dá para plantar em vasos

Quer ter uma horta em casa ou no apartamento e não sabe por onde começar? Primeiro você precisa de um lugar que pegue sol direto, pelo menos umas 6 horas por dia e que seja ventilado. Você pode  plantar  com sementes e esperar 3 meses até ter  a horta pronta. E pode comprar a muda de couve, salsão, tomate ou tomilho pequenas ou já grandes, como as que mostro neste post. Para inspirar, envio este vídeo lindo sobre plantar temperos. Recebi da minha colega agrônoma paisagista Beatriz Fedrizzi e quero compartilhar com vocês!

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=ZG16B8SPCPY]

Para começar, após analisar o lugar disponível na sua casa e tirar as medidas, vá numa floricultura para comprar o vaso, as mudas e a terra. Olha o tamanho das mudas para horta que encontrei na floricultura Blumengarten, a horta fica pronta para colheita!

Mudas para horta: couve manteiga, manjericão e tomilho foto: Helena Schanzer

Não precisa gostar de cozinhar para ter verduras em casa, tem que gostar de plantar e cuidar das plantas. E quem acha que não tem noção de como fazer isto,  minha dica é: comece sem medo.  Se a planta morrer, secar, comece de novo. É normal, faz parte do aprendizado do cultivo.

horta salsão
Muda de salsão/aipo grande – foto: Helena Schanzer

Veja como plantar: Plantio de temperos e frutífera em vaso

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

 

Morangos são fáceis para cultivar em casa sem agrotóxicos

Para começar o seu cultivo de moranguinhos, escolha um lugar com muito sol. As plantas que frutificam morangos são pequenas, tem porte de forração e são pendentes. Podem ser cultivadas em vasos, floreiras e no jardim.

Morangos em vasos
Morangos em vasos       Foto: Pixabay

Passo a passo:

1. Escolha um vaso ou floreira com no mínimo 0,25 de largura ou diâmetro para 3 mudinhas pequenas. Os vasos devem ter furos embaixo para drenagem  da água. Pode-se também  plantar na terra direto. O espaçamento entre plantas é de 12 a 15 cm.
2. Faça a camada de drenagem com brita/sinasita, bidim e preencha com substrato bem drenado, arenoso e fértil.  VEJA AQUI EM DETALHES.

3. Retirar o saquinho plástico que envolve a mudinha. Colocar as mudas de morango no vaso, enchendo em torno delas com substrato.
4. Deixar  a terra nivelada a  dois centimetros abaixo da borda do vaso.
5.  Aperte firme a muda no solo para as raízes aderirem e molhe a planta.
6. Coloque o vaso em um local que receba pelo menos seis horas de sol por dia.

morangos
morangos com flor – Foto: Helena Schanzer
morangos
Morangos com solo com cobertura seca para evitar fungos – foto: Pixabay

DICAS DE CULTIVO:

– As flores da planta não podem pegar chuva forte, nem granizo. Proteja com sombrite ou tire o vaso da chuva quando chover forte e estiver em floração.

– Para que o morango não tenha fungos e adoeça, evite o contato da fruta quando ela nasce com o solo: cubra com palha seca, folhas secas ou, em escala maior, se utiliza a plasticultura.

–  Quando regar uma planta de morango, não molhe demais para não criar umidade para fungos aparecerem.
– Na primavera, os morangos são normalmente o primeiro fruto a  amadurecer.
– Coloque os vasos de morango em uma área ensolarada e vá girando em 180 graus duas vezes por semana para mante-los expostos uniformemente ao sol.

 

 

Formigas devoraram as plantas do jardim da noite para o dia, o que fazer?

Você terminou de plantar o jardim, as plantas estão lindas e verdejantes. Vai dormir feliz por ter  plantado o jardim que sempre quis.  Só que acorda no outro dia e encontra somente o talo das suas plantas!  E uns restos de folhas no solo….  Bom dia!!! As formigas atacaram suas plantas durante a noite!  Calma,  porque (conforme a espécie vegetal) as plantas irão rebrotar. Mas tem que controlar as formigas porque senão as plantas não terão sossego.

Formigas -wikemedia
Foto:Wikimedia – Formigas cortadeira

Nos meses de março/abril e maio quando chega o outono, as formigas começam a armazenar comida para o inverno e trabalham intensamente durante à noite. A formiga que devora as plantas é a “cortadeira” –  pertence ao genero Atta e tem diversas espécies.

Foto: Wikimedia – formigas carregando folhas

 O controle dos formigas é feito usando-se iscas tóxicas que elas transportam para o ninho e intoxicam o formigueiro todo. Estes produtos são encontrados em floriculturas.  Importante é ter cuidado no manuseio com este veneno, seguindo as instruções da embalagem do produto. A isca não pode pegar umidade ( nem chuva, nem sereno) porque perde o efeito. Para isto, mantenha a isca em recipientes rasos e troque  por isca nova quando ficar umedecida.

wikimedia (2)
Foto: Wikimedia – Formigas cortadeiras