Arquivo da tag: paredes vivas

Paredes sem graça? Muros feios? Faça um jardim vertical!

Uma solução altamente tecnológica, vanguarda e que agrega natureza aos ambientes é o uso de jardins verticais.  Possibilitam criar uma área verde onde não tem espaço e é árido. Imagina a diferença entre uma janela que dá para um muro seco e outra que dá para uma área com jardim vertical?  Dá uma olhada nas fotos e veja o que é possível fazer com um sistema de blocos cerâmicos com irrigação por gotejamento! No showroom da floricultura Blumengarten montei uma jardim vertical para você ver ao vivo como é!

jardim vertical
jardim vertical em acesso de casa foto: Ismael Stimamiglio

Um material relativamente novo no mercado, pelo menos aqui no sul e que dá um resultado muito bom são os blocos cerâmicos com design específico para plantio. É uma espécie de tijolo com espaço interno adequado ao plantio de vegetação e que vem com irrigação junto. Este produto permite o plantio de formatos criativos, e de muitas espécies vegetais de pequeno porte. Os jardins verticais humanizam e enfeitam muros e paredes. O jardim vertical abre inúmeras possibilidades para humanizar e dar vida a um local árido, quente ou  sem visual bacana.

Jardim vertical em muro foto: Ismael Stimamiglio

Veja aqui como fazer um jardim vertical com orquídeas e bromélias

Veja aqui jardins verticais em ambientes gourmets

IMG_4550_RES LAJEADO

Acompanhe o passo a passo de montagem de um muro onde com blocos cerâmicos foi criado um jardim vertical:

 

 Conheça os incríveis jardins verticais do francês Patrick Blanc

Jardim vertical com plantas tropicais revitaliza agência bancária

Este jardim vertical reveste uma parede de 22 m2  no hall de entrada na agência Estilo Centro Histórico do Banco do Brasil em Porto Alegre. A criação da parede viva contribui para  melhorar o conforto térmico e estético, além de humanizar o ambiente interno. O local é coberto com vidro e tem luz natural adequada para o cultivo de folhagens adaptadas à meia-sombra. Pensando nisto, selecionei para plantar neste jardim vertical,  12 espécies diferentes de  plantas tropicais  como epífitas e forrações com raízes superficiais. Estas espécies não gostam de sol direto e precisam de luminosidade natural.

jardim vertical
Jardim vertical de agencia bancária – foto: Helena Schanzer

A parede foi revestida com floreiras suspensas  fixas e preenchidas com um substrato especial. O substrato usado é rico em húmus,  permite que água da irrigação seja drenada, as folhagens se desenvolvam e durem bastante tempo, com manutenção periódica. Para o sucesso do jardim vertical  a irrigação é feita por gotejamento com timmer que possibilita a programação da irrigação diária das plantas. A adubação será realizada via irrigação.

Detalhe vegetação
Detalhe vegetação: orquídea, afelandra. samambaias foto: Helena Schanzer

As 12 espécies de vegetação plantadas neste jardim vertical são: samambaia-americana, samambaia -havaiana, samambaia renda-portuguesa,  marantas e  calatéas de 5 espécies, orquídea chuva-de-ouro, Philodendro-xanadu, aspargo-vela e afelandra.

O projeto da vegetação foi desenvolvido por mim em  parceria no projeto e na execução com o  engenheiro agrícola Egon Zounar e equipe, da Cactus Paisagismo.  A irrigação  por gotejamento foi  projetada e executada pelo engenheiro agricola Rubens Voges e equipe da Hidrossistemas.

Espécies usadas –  Fotos Helena Schanzer:

 

Dá para fazer um jardim vertical em qualquer ambiente! Conheça a tecnologia para isto

Os jardins verticais, também chamados de paredes verdes são tendência no mundo todo. No Brasil existem profissionais e empresas especializadas na tecnologia de projetar e executar jardins verticais. Para mostrar o que está rolando em termos de jardins verticais no Brasil, entrevistei a arquiteta paisagista Rafaela Novaes que domina o assunto e faz jardins incríveis em São Paulo. Ela mostra que é possível criar jardins em qualquer espaço vertical.

jardim vertical Rafaela Novaes 2
Foto: Divulgação Paredes Vivas

Para implantar o jardim em uma parede ou muro deve-se tomar diversos cuidados com relação à impermeabilização, ao peso, à estrutura e ao fornecimento de água para as plantas. A escolha das espécies de plantas e como plantar também são fundamentais para o sucesso deste tipo de  jardim. Ela explica tudo aqui.

Artefacto Rafa - cred. Edison Garcia_resize
 Foto: Divulgação Paredes Vivas

1.    De onde surgiu a ideia de fazer jardins verticais? Porque?

Eles surgiram com o Patrick Blanc na França e ganharam espaço no mundo todo por serem uma opção viável para trazer o verde para dentro da nossa realidade. As cidades têm cada vez menos espaços para áreas verdes com casas menores, vemos muitos muros e concreto. Foi com essa necessidade que os jardins verticais ocuparam um espaço único, pois conseguem trazer o verde para locais antes sem vida.

2.   Quais as vantagens de ter um jardim vertical?

Capazes de conferirem beleza a ambientes antes sem vida, os jardins verticais podem ser internos ou externos.  Além do efeito estético contribuem para a redução da temperatura, proporcionando conforto térmico e economia no uso do ar condicionado. Também colaboram para reduzir a poluição sonora, do ambiente e do ar.

parede viva Rafaela Novaes
Foto: Divulgação Paredes Vivas

3.    Como funciona o sistema de jardim vertical de vocês?

Eu particularmente adoro o sistema GreenWall Ceramic, pois ele possibilita ao profissional uma série de usos inusitados que são impossíveis para os outros sistemas. Como um jardim envolvendo uma televisão ou plantas misturadas aos livros em prateleiras. Por este ser um sistema limpo, com uma drenagem e irrigação bem resolvidos, acredito que acabou essa história de ambientes mais indicados.

jardim vertical Rafaela Novaes 3
Foto: Divulgação Paredes Vivas

4.   O que é importante a pessoa que está pensando fazer uma parede verde saiba? 

Para quem deseja ter um jardim vertical é bem simples: com o sistema Green Wall Ceramic precisamos apenas de uma alvenaria que deverá suportar o peso dos blocos, já que estes serão fixados nela. Também devemos prever em uma das laterais pontos de energia, de água e de drenagem. O cuidado com a impermeabilização é algo que deve ser sempre lembrado para evitar problemas futuros.
No momento da execução devemos nos atentar para o uso de um bom substrato indicado para jardim vertical, lembrando que não devemos utilizar terra. A escolha das espécies deve ser estudada junto a um profissional da área. Nem todas plantas são indicadas para uso em jardins verticais.

jardim vertical Rafaela Novaes
Foto: Divulgação Paredes Vivas

5.  Como é o cuidado para manutenção do jardim vertical?

A manutenção do Jardim Vertical algo é muito simples, se resume basicamente a podas de crescimento, limpeza das plantas, onde devemos retirar folhas secas e ramos mal formados, além da adubação 2 vezes ao ano. A constância dessa manutenção vai variar muito dependendo das espécies de plantas que você tem, em geral a cada 2 meses é suficiente.

paredes vivas e o bloco ceramico
Foto: Divulgação Paredes Vivas – bloco ceramico da Greenwall

6.  O custo do m² da parede verde, fica em torno de quanto?

Um jardim vertical utilizado o sistema Green Wall Ceramic, varia de R$ 950,00 a R$ 1.600,00 dependendo das plantas escolhidas e do porte.

7.  Como é esta parceria de paisagismo de trabalhar pai e filha?

Esta experiência está sendo ótima, aprendo todos os dias com o meu pai, ele é uma grande inspiração e um ótimo professor.

Explico: A Rafaela é filha do grande e renomado arquiteto paisagista Marcelo Novaes de Campinas-SP.

Para conhecer os trabalhos da arquiteta Rafaela Novaes visite   www.rafaelanovaes.com.br