Arquivo da categoria: Compostagem – Terra -Substratos para plantar

Como adubar as plantas e fazer seu adubo em casa?

Voce não se alimenta todos os dias? Pois então, as plantas também! Todos os dias precisam de um pouco de água (conforme a espécie) e de nutrientes para se manterem vivas e crescerem. Para a planta florescer e frutificar, precisa de energia, ou seja, água e nutrientes. O sol ativa os processos internos da planta como a fotossíntese e o metabolismo da planta. E a planta retira do solo, através do sistema radicular,  os nutrientes que precisa para realizar os processos de crescimento.

agriculture-1079299_1920
A adubação muda conforme a espécie e sua necessidade foto: Pixabay

Algumas espécies são mais exigentes e outras menos. Por exemplo , as plantas suculentas são pouco exigentes em nutrientes no solo. As hortaliças retiram muitos nutrientes do solo no seu ciclo de vida. Como repor os nutrientes para as plantas do jardim e dos vasos? Se voce recicla o seu lixo orgânico e produz se adubo, use-o que as plantas ficarão satisfeitas.  Se for comprar na floricultura, escolha substratos ricos em matéria orgânica e ricos em nutrientes. São suficientes para nutrir as plantas. Em relação aos adubos líquidos , use para as plantas que dão flor, como geranios, orquídeas e jasmim.  Para ser mais sustentável o certo é plantar usando um produto derivado de reciclagem. Pode ser um composto orgânico resultante da reciclagem de resíduos industriais ou da compostagem caseira, ambos ricos em matéria orgânica e nutrientes para as plantas.

composto organico usado para plantar
composto organico usado para plantar foto: Helena Schanzer

A indústria da celulose, de sucos de laranja e do bagaço da uva produzem resíduos após a produção do suco da fruta ou do papel de celulose da árvore. Tais resíduos são excelentes matéria-prima para adubos/compostos orgânicos. O composto orgânico resultante da compostagem em larga escala destes resíduos é rico em nutrientes e com ótimas características para o plantio. E damos uma origem nobre para produtos que iriam para o lixo.

Reciclando o lixo orgânico em casa:

Outra opção que é sustentável é usar o húmus produzido pela reciclagem do lixo orgânico da cozinha através da compostagem caseira. Transformamos nosso resíduo da cozinha em adubo rico em nutrientes para o jardim e para os vasos. As minhocas aparecem espontaneamente vindas do o solo natural do local e ajudam a diferir o lixo orgânico transformando em húmus.

Uma opção bem legal são minhocários feitos de caixas plásticas empilhadas, ( na Internet tem) que se pode ter no pátio de casa.

Para apartamento já vi composteiras bem sofisticadas, veja aqui:   Composteira-eletrica-portatil transforma resíduos de cozinha em adubo em 24h -site Ciclo vivo

Para que a planta se desenvolva ela precisa de nutrientes, água, ar e luz solar. Os nutrientes estão no substrato, que vem a ser a mistura de terra+areia+composto orgânico+outros materiais preparados conforme as características de cada planta. Até os anos 90, permitia-se retirar terra da natureza para vender, era permitido jogar os resíduos industriais no rio, gerando uma poluição e mortantade de peixes fenomenal. Nos dias de hoje isto soa absurdo, ainda bem!

Veja aqui uma composteira caseira que voce compra pronta da Tramontina

Saiba Porque o contato com a natureza faz bem para a saúde

Veja plantas floríferas adaptadas ao litoral

Veja o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook/Instagram/Twitter

 

Reciclando lixo organico com a composteira plástica – passo a passo

A compostagem é o destino correto para a  reciclagem do lixo orgânico gerado na cozinha. O lixo orgânico se transforma em um composto orgânico rico em nutrientes após algumas semanas. Este composto resultante da compostagem pode ser usado na adubação das plantas do jardim e da horta. Para este processo é necessário um espaço adequado e existe no mercado uma composteira de plástico bem apropriada para isto.  Veja o exemplo de utilização da composteira da Tramontina em um Condominio em São Paulo no video no link:

http://g1.globo.com/sao-paulo/sptv-1edicao/videos/t/edicoes/v/condominios-participam-de-projeto-de-reciclagem-de-lixo-organico-na-capital/4384725/

 

DSC01934
Composteira em local aberto – Foto: Helena Schanzer

Esta composteira deve ser usada em áreas abertas de casas e áreas condominiais.  Não é indicada para apartamentos. O uso da composteira é muito simples: basta ir colocando o lixo orgânico da cozinha todos os dias e cobrir com folhas secas, restos de corte de gramado, restos de poda. Com a  camada de folhas secas fica sem odor e a mistura destas dois materiais: folhas secas e lixo orgânico fermentarão gerando um produto que é um composto orgânico ou humus de ótima qualidade e fertilidade. Dá para acrescentar um vermicomposto para acelerar o processo. Instalei uma composteira destas no meu jardim, no mato. Estou achando ótimo! Super prática de usar, sem cheiros e higiênica. Não se tem contato com o lixo, simplesmente vai se colocando e intercalando com folhas secas. E daqui um mês começo a recolher o humus na parte de baixo da composteira.

 Saiba mais: A composteira de plástico organiza o lixo orgãnico

 

Passo a passo da montagem e uso da composteira caseira    Galeria de Fotos: Helena Schanzer

 

 

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

 

Composteira dá a destinação correta para seu lixo orgânico doméstico

A Composteira Plástica Tramontina é ideal para a formação de adubo para jardins e hortas a partir de resíduos orgânicos, como folhagem, cascas de frutas e restos de alimentos.  O lixo orgânico da cozinha com a adição de folhas secas,   se transforma a partir de 30 dias em um composto orgânico rico em nutrientes para as plantas do jardim e  da horta.

78295014_8
Composteira de plástico Foto: Tramontina Divulgação

Através da ação de microorganismos, a composteira possibilita a degradação dos resíduos orgânicos gerados em casa, transformando-os em composto estabilizado e abundante em nutrientes minerais, que então podem ser utilizados como adubo. A matéria orgânica úmida (verduras, legumes, borra de café), deve ser coberta com material seco (cascas de árvore, serragem, folhas secas, aparadas de grama) que auxiliam na aeração da compostagem e evitam a geração de odor e proliferação de insetos.

classificação lixo
Foto: Tramontina Divulgação

Confeccionada com 90% de materiais reciclados, possui construção única que permite a circulação de ar e aceleração da compostagem. Conta com duplo acesso para facilitar a extração do adubo produzido, podendo ser montada e desmontada sem a utilização de ferramentas. A composteira da Tramontina, que tem capacidade de 250 litros, auxilia na preservação do meio ambiente, reduzindo o lixo doméstico por meio da reciclagem de materiais orgânicos.

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter

 

Veja como a celulose se transforma em fertilizante orgânico para usar no jardim

A fábrica de celulose CMPC, Celulose Riograndense, em Guaíba (antiga Riocell) foi ampliada recentemente e passou a produzir mais resíduos. Os resíduos industrais deste processo são transformados em compostos orgânicos usados como fertilizantes. A jornalista Patricia Comunello, do Jornal do Comércio fez uma reportagem bem interessante mostrando todas as etapas.  Para mostrar a etapa final quando este fertilizante é usado nos jardins, a jornalista e o engenheiro agrônomo João Teixeira, da equipe da Vida produtos biológicos, empresa que faz a compostagem do resíduo,  fizeram uma reportagem sobre um jardim residencial feito por mim há uns 7 anos.

helena e patricia

Sobre o telhado verde com jardim

Este jardim foi feito sobre uma laje de concreto, telhado verde,  onde o produto usado como “terra”  foi elaborado com o composto orgânico e cascas de eucalipto. Este composto orgânico, também chamado de fertilizante orgânico é resultante do tratamento de resíduos orgânicos do processo da fabricação de celulose. Para saber mais, aguarde o post que publicarei na próxima semana com a reportagem completa sobre todo o processo de compostagem do liquor da celulose em tanques gigantes em Eldorado do Sul até o fertilizante orgânico que é usado no jardim da cobertura verde da casa. Mostrarei um jardim criado sobre laje de concreto com este material e onde se cultivam temperos, frutíferas e plantas nativas que atraem beija flores.

composto organico
Composto ou fertilizante orgânico para ser usado no jardim descarregado por caminhão – Foto: Helena Schanzer

Neste jardim foi usado exclusivamente este fertilizante orgânico, chamado de humoativo, misturado com cascas de eucalipto. Isto porque as cascas da árvore demoram mais tempo para se decompor, o que resulta num substrato que vai durar mais tempo.

Quer ver o passo a passo da execução deste jardim sobre a laje de concreto,  veja AQUI

 

Veja AQUI uma varanda Gourmet com hortinha e temperos

Plante chás calmantes como o cidró, veja AQUI

Siga o Blog Jardim de Helena nas redes sociais:

Facebook / Instagram / Twitter